4 de dez de 2012

Governo Federal anuncia cotas em presídios

Visando aumentar o convívio entre as diversas etnias e privilegiando sempre a diversidade na sociedade brasileira e a inclusão social, o Governo Federal anunciou um novo e ambicioso projeto em sua cruzada pela erradicação do racismo: a inserção de cotas para brancos e ricos nos presídios.

"Começamos a notar que prendíamos muito mais negros e mulatos do que brancos e percebemos que isso estava homogeneizando demais o ambiente carcerário. Por isso tomamos essa decisão, a qual dou total apoio." nos disse X, um agente penitenciário que pediu para não ser identificado por medo de represálias do delegado.

O programa destina 50% das vagas disponíveis em presídios para os cotistas e será dividido da seguinte forma: metade será de cotas sociais, destinadas as classes A e B, e a outra será racial.

Embora conte com apoio de diversos profissionais na área e de agentes do sistema carcerário, a medida divide radicalmente as opiniões na sociedade.

"É uma medida absurda. Nós ralamos a vida inteira para chegar aqui e os caras acham que podem entrar aqui e simplesmente entrarem tirando vaga de um monte de gente que merece muito mais! Cadê a meritocracia?!" disse Tião, um preso de 42 anos, que "rouba desde criancinha para poder passar no presídio com 18 anos."