4 de set de 2010

Sobre meninos e bacon

Meus caros leitores, eu gostaria de agradecer a paciência de todos que foram até o final daquela grande imensidão azul e ainda por cima comentaram. Agradeço também pela lembrança do meu aniversário.

Como sei que realmente foi um post meio idiota (foi feito com esse propósito) eu decidi que hoje vai ser diferente. Eu vou voltar a fazer uma crônica séria, com questionamentos pertinentes, como há muito não é feito.

(o texto de verdade começa aqui)

Então, muito tem se debatido sobre as nobres criaturas selvagens que dia a dia desaparecem da face da Terra ou sofrem baixas terríveis em seus números. Porém, hoje eu vou abordar um desaparecimento que ninguém parece notar, mas que afeta em peso nossas vidas. Hoje, eu começo a indagar sobre o que aconteceu com os dirigíveis.

Falando sério agora, não sei se alguém mais notou, se fui só eu e se a rotina de ficar 10 horas trancado numa sala de aula não tem afetado minha mente, mas me parece que os dirigíveis sumiram.

Eu mm lembro que, quando eu era criança (ou mais criança) eu ia andando aleatoriamente por aí, ou estava no carro e de repente alguém gritava: Olha lá!!! É o dirigível da Goodyear!!! E todo mundo começava a procurar, era realmente um evento.

Mas de uns anos para cá, eu nunca mais ouvi sequer falar de um dirigível, quanto mais ver um em ação voando por aí.

Aliás, eu fico revoltado com o descaso das auoridades. É só sumirem uns milhares de abelhas que todo mundo arma um barraco e outro dia mesmo eu li uma reportagem perdida sobre isso, sendo que as abelhas sumiram há uns dois anos.

Agora, com os dirigíveis, ninguém nem se importa. Cara, para que serve a polenização se não existem dirigíevis? Eles são tão mais legais que abelhas. E além do mais, eu não me lembro de nenhuma abelha que tenha trabalhado em eventos esportivos ou de um dirigível que tenha ferroado alguém.

Enfim, um mundo sem dirigíveis é um mundo que me entristece demais, mas é a vida. Sou grato, pois hoje eu posso apontar para uma criancinha na rua e rir da cara dela porque ela nunca viu um dirigível em ação. Pelo menos um lado bom essa história tinha que ter.

31 de ago de 2010

Dia do blog

Hoje é dia do blog.


















































































































































































































Achei que alguém pudesse querer saber...