31 de dez de 2009

Retrospectiva

Final de ano. Nada mais clichê que uma retrospectiva. E eu odeio clichês.

Mas é incocebivel um post em pleno dia 31 sem mencionar o assunto. E além do mais, todos os leitores são amigos e uma retrospectiva termina inevitavelmente com um feliz ano novo. Ou seja, economizo tempo e dinheiro via blog. E se você está lendo isso em janeiro, azar o seu.

Bem, vamos começar logo com isso.

2009 foi o ano mais indesejado de todos os tempos. Todos só falavam na crise. No aquecimento global. Que o Mundo estava irremediavelmente fodido.

E realmente, o começo parecia o apocalipse.

Gripe suína, crise, Americano 2x0 em pleno São Januário.

Paralelamente, no meu mundinho feliz, eu tava no ceú.

Eu tive um começo perfeito.

O único boletim 0 vermelha da turma. Maior média da turma em matemática(7,1). E ainda era aluno novo.

Mais o ceú de brigadeiro me traiu.

Enquanto o Mundo de Verdade melhorava, eu ia caindo.

E verdade seja dita, o Mundo mandou bem. Em especial o Brasil.

Surfou na marola, peitou a suína e o Vasco só não ganhou do Corinthians por causa do juiz.

Enquanto isso, eu chegava cada vez mais perto do fundo do poço. E cavando.

Atingi patamares vergonhosos dos quais não me orgulho.

Mais como todos já sabiam, eu passei.

Agora, o Mundo...

Se não acabar em 2012, a escassez e o aquecimento global dão conta.

Aliás, o Mundo está bem. AS PESSOAS que estão fodidas.

Com mérito, diga-se de passagem.

Mas não se preocupem com isso.

Ainda.

Enfim, um feliz ano novo, que aliás era o propósito dessa retrospectiva meio retrospectiva e meio alguma coisa que definitivamente não é uma retrospectiva mais parece uma de longe.

27 de dez de 2009

Britney Spears pelada em novo filme pornô com a a Xuxa


Eu sei que o título não tem nada a ver com o post, mais é de propósito. Deixa eu explicar melhor.
Eu instalei um contador de visitas.
Há dez minutos atrás tinha uma só. Normal. Eu tirei o print, tinha 4. Agora tem 9.
Como minha mãe vale por quatro e não por nove, eu achei estranho.
Só existia uma explicação: as pessoas procuram coisas nada a ver no Google e saem.
Por isso o título. Eu vou testar a minha teoria e ver se o blog explode em acessos.
Desejem-me sorte.

23 de dez de 2009

Natal

Ah, o natal. Época de intermináveis jantares em família, das canções natalinas no rádio, que algum babaca inventou que todos adoram, dos amigos ocultos, um tiroteio de presentes ruins numa tentativa de confraternização, das pessoas que adoram falar que o natal é mais que presentes, mais que com certeza terão um ataque se a árvore não tiver nada.

Também é época das cronicas natalinas. Aposto que você já sabe o que eu estou fazendo aqui.

Agora, alguém sabe como se escrve uma cronica natalina? Imaginei.

Agora eu me lembro de incontáveis professores de redação, que inclusive acham que podem ensinar alguém a escrever, falando "Início, meio, fim".

Início: Beleza. Passando para o papel.

Fim: Mole. Se eu desejar um feliz natal e um bom ano novo todo mundo vai aceitar.

Agora, o que eu coloco no meio?

Pois é.

E aí?

Quem mais prefere ganhar carvão a meias? Especialmente se forem aquelas velhas que andam circulando há uns cinco anos pelo amigo oculto.

Aliás, todo amigo oculto tem lenços/gravatas/meias circulando desde sempre. Uma tradição estranha.

Boa, só umas cinco pessoas fecharam a janela agora.

Vamos para o plano B:

Aí, querem saber?

Vou deixar essa porra assim mesmo.

Boa noite, bom natal, bom ano novo.

Eu sei que todo mundo vai engolir mesmo.

16 de dez de 2009

Torradas com Nutella

-Boa noite e até amanhã.

E com essas palavras, a nova âncora se despedia do público e o jornal ia dormir para chegar bem no dia seguinte. Era seu primeiro dia e se sentia muito bem.

Do outro lado da tela, alguém não se sentia muito bem.

A realidade o atingiu como um soco. Era ela. Deslumbrante como sempre. Inteligente como sempre. Falante como sempre. E sobretudo, linda como sempre.

Ali, ele viu o quanto ele sentia sua falta. Era a mulher da sua vida ali.

"Vadia"-ele pensou-"deve ter dormido com meio estúdio".

No fundo, ele sabia que mentia. Mentia para se sentir confortavel. Mentia porque era mais seguro viver dentro do seu mundinho do que no mundo de verdade. Ainda mais depois dele ter acertado um soco tão violento.

Desde que a vira pela primeira vez, ele sempre soube que mais cedo ou mais tarde alguma coisa assim ia acontecer.

Porém, se sentia melhor por ter perdido uma vadia do que uma repórter bem sucedida.

Quanto tempo fazia? O suficiente para ele virar um gordo desempregado e careca. E o suficiente para que ela continuasse linda, como que imune ao tempo.

No fundo, ele nunca superara aquela perda. Mais só quando a viu ali, falante, linda, que se lembrou dos velhos tempos, que ele preferia que continuassem uma mera sombra no meio de outras. Mais agora aquela sombra o irritava.

E o irritando, o fez lembrar de como era sua vida antes. E mais importante, dela. Cada detalhe, sua risada, seu aceno gentil, o jeito carinhoso como dava a uma pessoa só toda atenção do mundo. Parecia que cada pessoa que falava com ela era mais importante que a outra.

E aí, ele chorou. Aquelas lembranças eram muito dolorosas para ele. Foi só ali, chorando sozinho, na sala, que ele percebeu o quanto a amava. Uma besteira na juventude o fizera sofrer a maior das perdas. Se pudesse voltar no tempo, avisaria ao seu eu mais jovem para ficar longe daquela cabra. Se bem, que aquele jovem provavelmente riria da cara daquele espectro careca e gordo. Como ele era arrogante e orgulhoso. Como gostaria de não ter sido.

Como queria saber que as melhores coisas não são as que duram pouco tempo. Como ele queria saber que sacrifícios valiam a pena. Como ele queria saber onde estava o pão, que todas essas reflexões o deixaram com fome.

A caminho da cozinha, ele teve uma idéia. Uma idéia que ia mudar tudo.

O despertador parou de tocar depois de um tapa violento.

Eram sete da manhã e tinha uma festa rave acontecendo dentro da cabeça dela. E estava bombando.

Tudo o que ela menos queria era acordar.

Sua estréia fora ótima. A festa que a seguiu também. Ou pelo menos deve ter sido. Ela já não se lembrava de nada. Mais, olhando para o quarto, começou a pensar se não deveria ter motivos para se arrepender. Realmente, as algemas não eram um bom sinal. Ela odiava as algemas.

Porém, ela decidiu não se preoupar com isso. Pelo contrário, prosseguiu como se fosse um dia normal. De fato, era um dia normal. Tirando o fato do mendingo da esquina estar jogado na sua sala.

"Merda de festa", disse baixinho, antes de acordar e expulsar o pobre sem-teto com um chute mais brutal que o tapa que acertara o despertador.

"Ainda bem que não existem associações protetoras de mendingos" - pensou enquanto ele corria desesperado rua abaixo.

Realmente, não dava para ser amiga de todos. Mesmo assim, ela não conseguia parar. Era tão difícil parar de dar bom-dia para ela quanto parar de fumar para um fumante.

Ela botou as torradas na torradeira e começou sua peregrinação pelas capas dos principais jornais e tabloides. Jornalismo é informação, era o que sempre dizia.

Um tabloide chamou a atenção.

Um fundo preto,contranstando com letras vermelhas e garrafais. Puta criatividade:Doidão se mata com meio quilo de nutella, dois donuts, um elástico e um saca-rolha.

Ela não pode evitar uma risada.

Nesse momento, o telefone toca.

O barulho ressoa em sua cabeça. Definitivamente, ela tinha que atender rápido.

Era uma voz familiar, mais envelhecida.

Por um instante, o tempo parou. Pequenas lagrímas começaram a salpicar por seu rosto. Estava completamente desarrumada, mais mantinha um certo charme.

Neste exato instante, a campainha da torradeira tocou, lembrando-a que existia uma realidade. E também que o pão estava no ponto.

Mais ela já não ligava mais para o pão. Já não ligava mais para nada.

Todos esses anos, ele esteve a um telefonema de distância. Todos esses anos a coragem estve a milhas náuticas(que são maiores que as terrestres) de distância.

E agora, ele não estava mais lá.

E só ali ela viu como sentia falta dele.

"Malditas algemas". Foi a última coisa que ela conseguiu pensar antes de se recolher num canto da sala e chorar.

Chorou o arrependimento.

Chorou o amor perdido e todos os falsos amores.

Chorou a tristeza.

Chorou a morte e tudo que ela tira das pessoas.

Chorou sua dor.

Chorou sua covardia.

E nunca mais comprou Nutella.

14 de dez de 2009

:D

1)0/

2)\0

1):)

2):(

1):O ?

2):7# >> :)(:

1):D

2):(

1):X

2)87# >> ----o

1):O

2);(

1)X)

2)¬¬

1):$

11 de dez de 2009

PUF!

"Merda"

Foi a primeira coisa que veio a sua cabeça quando ele olhou para o relógio. As vezes, se atrasar era charmoso. Infelizmente, não era o caso. Essa não era uma festinha qualquer. Era uma entrevista de emprego. E um atraso definitivamente não seria charmoso.

Ele saiu varado pela Rio Branco, tão rápido quanto um homem de terno consegue ir em pleno Centro ao meio-dia. Ou seja, quase nada.

No começo, ausência das pessoas lhe incomodava. Mas agora, ele já não ligava. Tinha se acostumado a ser este estranho ser híbrido. Meio ilha, meio humano. Um pedaço de corpo cercado de pessoas por todos os lados.

Ele tentou apertar o passo. Infelizmente, a senhora que estava a sua frente não. No instante da colisão, nada. Nem mesmo sua mãe fora ofendida(o que é bem comum na hora do rush). E não foi porque ele atropelou uma velinha inocente. Até porque a velinha não estava mais lá. De repente, ela evaporou. Era como se fosse feita de névoa.

As outras pessoas continuaram seus caminhos, indiferentes ao desespero do pobre transeunte. Além de atrasado, tinha evaporado uma velinha. Aliás, como se evapora uma velinha?

Ele tentou chamar alguém. Ninguém lhe deu ouvidos."Que ótimo", pensou, "além de cegos são surdos".

E tentou passar para o contato físico. Para sua surpresa, o senhor careca que estava passando sumiu também. E nesse exato instante, ele se sentiu sozinho. Olhou ao seu redor. Uma avenida cheia de corpos mais sem nenhum sentimento. Uma avenida fria. Uma avenida cruel.

E, quando ele achava que não podia piorar, foi tragado pela escuridão. Ele estava só. O escuro era palpável. Ele não sabia se chorava ou gritava desesperado. Ficou com a segunda opção.

E acordou gritando, encharcado de suor, deitado confortavelmente em sua cama.

Fora só um sonho ruim.

3 de dez de 2009

E...

Ele estava recostado na sua cama.Costas contra a parede.Sua cabeça balançava freneticamente,como um pombo com fast forward.Os fones de seu Ipod berravam em seus ouvidos,lembrando-o de,que se não estva ainda não era surdo,estava no caminho certo.Ele deu de ombros e virou a página da Playboy,já velha e um pouco colada,com suas mãos engorduradas de misto quente e de fluidos corporais impublicaveis.

Como era bom estar sozinho em casa.Seus pais o abandonaram enquanto viajavam."Amadores",ele pensou."Regra número um:Nunca fale sobre o Clube da Luta.Regra número dois:Nunca confie num adolescente".E deu uma gargalhada solitária para o ar."Não se deixa um adolescente sozinho em casa",continuou em suas reflexões de baixo teor filosófico.Ele tinha uma prova de matemática no dia seguinte,mais não podia se incomodar menos.

"Foda-se",disse para si mesmo quando seus pais pediram que se comportasse,estudasse e que era um voto de confiança."Se eles me conhecessem mesmo,não confiariam em mim".

Com uma certa parcela de verdade,diga-se de passagem.Afinal,ele era um garoto problema.Esta era sua sexta escola em quatro anos.Cinco profesoras,dois diretores e uma coordenadara desistiram de dar aula por sua causa.Isso sem contar as duas psicólogas que foram internadas por insanidade mental.Ele era O garoto problema.

"Foda-se",repetiu o (projeto de) escritor em outro parágrafo,mostrando clara falta de criatividade.

O garoto deu de ombros."Cada personagem fictício tem o criador que merece",pensou ele.

Sim, ele sabia que era apenas um personagem,criado por um escritor,apenas para que o mesmo ficasse satisfeito.Sabia que poderia e seria descartado a qualquer momento.

Talvez esta fosse a razão de seu inconformismo.Talvez o garoto problema veja mais longe do que nós vemos.Talvez seu comportamento fosse apenas uma revolta contra seu criador.Uma mostra de seu inconformismo diante da sociedade estática em que ele fora defenestrado.

Ou talvez fosse apenas fruto de um louco.

16 de nov de 2009

Comunicado

É com pesar que comunico a todos os meus leitores a interrupção imediata e por tempo indefinido de todas as atividades deste blog,excluindo-se é claro as que não estão sob minha responsabilidade(ler,comentar etc.)

Desculpo-me antecipadamente por quaisquer transtornos que essa atitude venha a causar,porém motivos de força maior me obrigam a tomar esta decisão.

Obrigado pela compreensão e até um dia desses ai.

13 de nov de 2009

Medalha Medalha Medalha

Qualquer babuíno manco venusiano sabe a quem pertence a essa frase.Também sabe o que é um babuíno manco venusiano,embora não sabe que seja um deles e ache apenas que seja um "AAAHHHBLUARGSRAD" ou qualquer som que eles emitam.Agora,para os babuínos mancos venusianos que não sabem o que é um babuíno manco venusiano,não faz mal,porque eu acabei de inventar.

Agora,se você,meu caro babuíno manco venusiano,não conhece o bordão do Mutley,você já está bem velhinho(ou é muito novo).Em ambos os casos,você tem coisas melhores para fazer do que ler este blog.Aliás,qualquer um tem coisas melhores para fazer,mais deixa quieto.

Retomando,o bordão pode ser do Mutley,mas se encaixa muito bem nos brasileiros.O segundo lugar aqui tem valor de último.

Exemplo classíco:Brasileirão.TODO MUNDO sacaneia o vice.Do primeiro ao último,excluindo-se obviamente o vice,o negócio é zoar o vice.Mesmo que seu time tenha sido rebaixado.

As Olimpíadas também.Eu acredito que,tirando o Galvão,nínguem arrebenta a garganta por uma medalha de prata ou de bronze.

Tá,eu sei que medalha é generalizado,mais vamos considerar,por questões de contexto,como OURO.Não,não vale medalha milagrosa.Porra,para de reclamar e vai estragar o texto de outra pessoa.

Prosseguindo antes que eu esqueça.O brasileiro não valoriza o que não é o primeiro.É que nem aquelas crianças que ficam discutindo quem é o mais velho,o maior,o que faz melhor isso ou aquilo,quem tem o bineco mais irado ou os peitorais mais sexys.NÃO existe a hipótese de perder.É ganhar ou ganhar.

Nós precisamos valorizar as posições inferiores.É claro que eu não espero que as mães deem recompensas aos filhos porque ficaram em 11º lugar de 10 candidatos.Mais não vamos virar mini galvõezinhos.Calma.Comemoração com moderação.

Nós precisamos nos conscientizar que é estupidez chorar por um segundo lugar.Especialmente quando os outros estão beeeeem piores do que a gente.

Em suma,precisamos crescer.

9 de nov de 2009

Tudo bem,eles não entendem

Celebridades tem um problema crônico com pessoas que as sacaneam.Por exemplo,quem aqui lembra da Daniela Cicarelli fechando o youtube por causa de um vídeo?

(Aliás,aqui cabe um parêntese:Teve mais gente protestando contra o fechamento do youtube do que contra um mensalão.Depois ninguém sabe porque o país está na merda.)

Continuando,teve a xuxa dando show no twitter e,com certeza,se eu lesse mais Ego e menos GloboEsporte teria outros exemplos.

De qualquer jeito,agora veio isso aqui.

Eu não vou entrar em méritos sobre a habilidade de Rubinho,porque certamente não possuo um advogado tão bom(caro) como o dele.

(Momento centro do Universo:Como se eu chamasse tanta atenção a ponto de ser processado)

Mais de qualquer jeito,me parece que,se ele não quisesse ser sacaneado,deveria ter pisado fundo no acelerador ao invés de pisar fundo no freio.

Me parece que celebridades buscam a fama e os holofotes justamente para reclamarem da... fama e dos holofotes.

É no mínimo falta de bom senso.Convenhamos,ninguém quer virar atriz pelo sonho de infância.No fundo no fundo,o pessoal corre atrás de dinheiro e fama.

Porra,se já sabe que com a fama vem os paparazzi então não virasse atriz,virasse anônima.Agora,virou atriz tem que agüentar o tranco.

Depois ninguém sabe porque celebridades tem fama de burras...

8 de nov de 2009

Créditos

Layout novo,mais moderno e definitivo até que se prove o contrário.

A idéia de mudar o layout foi minha.O layout não.Quem fez foi a Clara,do Cesto.

Obrigado Clara.

Fico te devendo essa.

O gato comeu

http://www.greenpeace.org/brasil/

Nesse site,você encontra tudo sobre o Greenpeace.Sério.Energia nuclear,plantinhas,manifestações e até uma lojinha.Só não achei nada sobre aquela siderúrgica que vão construir aqui no Rio e que vai aumentar a poluição em 76%.

Vamos imaginar o Rio como um retângulo.Escolha um pontinho.Para facilitar a visualização,escolha um vértice qualquer.Se você não sabe o que é um vértice,é um pontinho onde as duas retas se encontram para bater um papo.

Agora,só nesse pontinho/vértice que você escolheu,a poluição vai ser 76%maior do que a do retângulo inteiro atualmente.

Reduzindo a escala,imagina como não vai ser para os habitantes do pontnho?Aquilo vai virar um São Paulo in Rio.

Ai eu pergunto:Cadê o Greenpeace?

Você não pode modificar os genes de uma plantinha,nem caçar uma foca siberiana das cavernas sem eles encherem o saco.Mais pode foder com a qualidade de vida dos habitantes do pontinho a vontade.

Eu não quero acabar com nenhuma reputação(como se tivesse a influência para isso).Só quero saber de uma coisa:O que o Greenpeace foi fazer quando a gente precisa deles de verdade?

Grandes defensores do ambiente que a gente arranjou...

6 de nov de 2009

Obituário

Morreu ontem,de politicamente-corretice aguda,o estimado senhor Humor Negro,idade desconhecida,deixando muitas saudades,mulher e filho,além de muitos admiradores e desafetos.

Humor Negro foi uma celebridade mundial,e teve seu auge no Brasil durante a década de 80,onde quase todo o humor produzido no Brasil seguia seu estilo.

Gozou de prestígio até meados da década de 90,quando grandes representantes da classe morreram ou sucumbiram a falta de audiência.

Durante o auge do politicamente correto,Humor Negro passou a sofrer cada vez mais perseguição e seus últimos anos foram passados na miséria.Humor Negro tinha que dar duro fazendo pontas em stan-ups e blogs de péssima qualidade,além de aparecer de vez em quando no Casseta e Planeta.

Só não sucumbiu mais cedo porque sua mulher,a Piada sem Graça ainda obtinha(pouco)dinheiro de seu contrato com a Globo,para aparecer semanalmente no Zorra Total,além de pontas em filmes e seriados diversos.

O filho do casal,entretanto,o Humor sem Noção,goza de grande prestígio em algumas emissoras de tv e ajudava os pais.

Ao ser perguntada sobre o assunto,a esposa do falecido disse:

-Ele fez História.Nem o Aston Kutchner tinha tantos seguidores.

Apesar disso,seus fãs prometem que a morte do heroí não será em vão e que,um dia,piadas com minorias voltarão a ser moda.

Eles não temem os processos que tanto atormentaram os últimos anos de seu mestre,que era processado a cada duas apresentações em média.

Seus seguidores acreditam que o movimento é,na verdade,em prol da livre expressão de opinião e aguardam anciosamente o dia da libertação.

Por todos os seus feitos,podemos dizer que Humor Negro foi um personagem histórico e que suas marcas não desaparecerão tão cedo.

Descanse em Paz,Humor Negro.

5 de nov de 2009

A verdade sobre o FIM DO MUNDO

AAAAAHHHHHH!!!!!!!!!!FUDEU!!!!O MUNDO VAI ACABAR!!!!!!!AAAAAAAAAHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!SOCOOOOOOORROOOOOOO!!!!!!!!!!!!EU VOU MORRER!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!AAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Se você achou que isso é um desesperado com 2012,está errado.Isso é na verdade,um desesperado em 1999.Para ser mais preciso,no dia 10 de Agosto de 1999,a véspera do FIM DO MUNDO.É,você não leu errado,o FIM DO MUNDO.

Acontece que,se você está aqui,então o Mundo não acabou.Pelo menos não do jeito que deveria,com explosões pirotécnicas ,o sertão virando mar e o mar virando sertão e uma apresentação ao vivo do Jorge Vercilo.

Ao contrário,é um Fim de Mundo bem confortável.Pense bem,as piores coisas que aconteceram nos últimos anos foram apresentações ao vivo do Jorge Vercilo e esse blog.Não foi tããããããoooo ruim assim.

Só que agora o Mundo vai acabar.De verdade.Aliás,de pelo menos uns dois ou três jeitos diferentes.O meu preferido é a teoria do Nibiru,segundo a qual o planeta doidão vai voltar e se chocar com a Terra.

É óbvio que é papo furado.Que nem das outras vezes.Só o que muda é o culpado.Sai Nostradamus e entram os Maias.

Quem conhece um minímo de História sabe que os Maias eram genias e eram mais avançados que os europeus em muitos aspectos.Básico.Também deveriam saber que eles dividiam as eras em ciclos.O que serviu para dar início a essa brincadeira de Apocalipse.

De acordo com os defensores dessa teoria,o fim da nossa era será em 2012.Mais precisamente 21/12/2012.

O único dado realmente confíavel é que os Maias param seus calendários em 2012.O resto pode ser muito bem invenção de pessoas em busca de seus quinze minutos de fama.Afinal,virou modinha.

Mais se for assim,eu também vou dar meu pitaco.31/12/2079.O motivo é muito simples.O calendário do meu celular acaba nesse dia.Eis aqui a descrição:
Os pombos vão enlouquecer e roubar comida do McDonalds.Vão engordar e explodir.

FIM.





OU NÃO.

4 de nov de 2009

+ do mesmo

Eu andei relendo o texto e acho que não deixei muito claro,mais a sociedade(pessoas comuns) censura outras pessoas comuns por meio de piadinhas,segregação informal(mais uma da série"promessas que eu vou demorar pra postar")e,em casos extremos,agressões fisícas.

Obs:Para os que já pensama em me processar,quero deixar bem claro que a minha intenção NÃO era denegrir a imagem de nenhum grupo citado.

3 de nov de 2009

Viva a liberdade!!!

Viva gente!!A ditadura já acabou!!!O sol raiou sobre o Brasil!!!Agora nós podemos fazer o que queremos,escrever o que quisermos darmos a nossa opinião sobre tudo e ainda continuar em liberdade!Viva o novo Brasil!!!!(Coro)Viva!!!

Alguém notou alguma coisa errada,além do fato do primeiro parágrafo ter passado os últimos trinta,quarenta anos dentro de uma caverna?

(Coro)Não.

Ledo engano.

Qualquer observador mais capacitado pode ver que a censura ainda está de pé,com vigor redobrado.Na maioria dos casos,ela é imposta pela sociedade.Porém,também pode ser imposta por uma oraganização poderosa e que manipula fiéis,como a "igreja" universal,traficantes,milicianos,o Sarney,o coronel e assim por diante.

Para quem não compra minha teoria,vale lembrar que mover ações contra um jornal,utilizando-se inclusive de um juiz próximo a familía para impedi-lo de noticiar certos fatos,como fez um certo homem de vida pública por aí.

Para você que ainda não se convenceu,fica de grátis um outro exemplo.Uma certa igreja que manda os fiéis encherem certos repórteres de processos no Acre(!).Sim,especificamente no Acre,para causar dois incômodos:o processo e a viagem.

Agora que quem está convencido continua lendo e quem não comprou o peixe pulou fora,continuemos para a parte mais legal,a censura da sociedade.

Sim,a sociedade nos censura,aliás,sempre nos censurou.As vezes nos pune brandamente,as vezes a punição é severa,mais o que importa é que ela censura.

Por exemplo,quantos homossexuais você conhece?Nenhum?Tudo bem,eu também não.Agora,você não acha estranho que,em um país livre,numa época em que esse tipo de comportamente é "abertamente aceito" pela sociedade,nenhum conhecido seu ter se manifestado sobre o assunto.Ou melhor,em 90% dos casos manifestar repúdio aos homossexuais?

Pois é.A pressão que se faz contrária a este tipo de manifestação é muito forte.O sujeito tem que ser muito corajoso para romper assim com sua sociedade sem ser massacrado pela opinião pública.

É exatamente nesse ponto que eu quero chegar.Se o nosso país é livre,qual é o problema de podermos expressar nossa opiniões e vivermos da forma que achamos corretas.A vida é nossa e somente nós sabemos o que dá sentido a ela.

A resposta está dentro de cada um de nós.Pense bem,para cada brasileiro que acha que todos são livres,existem outros dez que não exitariam em se sentir ofendidos por qualquer baboseira e processariam você ao menor sinal de preconceito.

Como podemos ser um país livre em que escritores tem medo de escrever e onde pessoas tem medo de simplesmente se serem?

A sociedade nos censura através de piadas e estereótipos,mas eu proponho uma ruptura.Não acredito que um mestrado em Sociologia para cada habitante brasileiro ou que lei mais rigídas contra a sociedade vão ajudar.Ao contrário,um país que possui legislação rigída sobre sua sociedade rapidamente se torna uma ditadura.

O que eu proponho é a convivência.Levante um pouquinho os olhos do seu notebook.Tá vendo aquele cara ali,que você não falaria nem em um milhão de anos?Vai lá e chama ele para bater um papinho,tomar um cafézinho.Através do ponto de vista do outro,você pode aprender lições que em outras circunstâncias viriam dificilemente.

Mais nem todo mundo vai fazer isso,você diz.Óbvio.Se eu pudesse moldar o Mundo a minha imagem e semelhança,isso aqui não seria o Mundo,seria The Sims.

A solução mais inteligente para esse tipo de situação é ligar o foda-se(posto depois).Te ameaçaram com um processo no Acre?Legal,eu sempre quis conhecer.Te xingaram na rua?E daí?Inteligência é ignorar essas provocações menores.Cair na porrada por qualquer coisinha é,no mínimo,muita burrice.

Não gostou?Não concorda?Acha que foda-se não é um termo apropriado?Tudo bem,para de ler.Aqui,para você que não gostou,uma lista de blogs bons e SEM palavrão:

  1. Cesto
  2. Ao mirante,Nelson!
  3. Um Sábado Qualquer
  4. Rainha Vermelha

Aviso aos navegantes

Palavras de baixo calão vão aperecer por aqui sim.A nossa língua não é a gramática.(In)Felizmente é isso que o povo fala.Só para evitar reclamações.

Obs:Isso não significa que eu vou começar a escrever pobrema,taubuá,sastifação e adjacências(só para evitar problemas,adjacências é tipo um etcetera mais valorizado).Vou ficar nas palavras de baixo calão mesmo,que além de mais divertidas,se usadas com moderação dão mais sentido a uma frase que um dicionário inteiro.Obrigado pela compreensão.

Obs2:Sintam-se a vontade para tirarem as crianças do blog.

21 de out de 2009

O Guarani(4)

Resumo da aula de hoje:Primeiro Post.

O Guarani(3)

Resumo em tópicos.

  • Peri salva a vida de Cecília umas três vezes.
  • Diogo mata uma indía Aimoré,incitando-os a vingança.
  • O plano A é matar Cecília,mais Peri impede que isso ocorra.Partimos para o Plano B...
  • ...Invadir a casa e matar todo mundo.
  • Loredano era um tremendo filho da puta.
  • O italiano incita os homens contra D.Antônio.
  • Seu plano era matar todos enquanto dormia e tocar fogo na casa...
  • ...Para isso fez com que cada homem seu "dormisse" ao lado de um que permaneceu fiel a D.Antônio,esfaqueando-os a noite...
  • ...Ele também escondeu montes de palha pela casa para começar o incêndio...
  • ...Não sem antes levar Cecília.
  • Para variar,Peri impede que isso aconteça.Para acordar os homens,ele abre todos os tonéis...
  • ...Para evitar os incêndios ele mata Rui Soeiro.
  • Aliás,Rui Soeiro e Bento Simões eram os homens de confiança de Loredano.
  • Para mante-los fiés,fez um testamento entregando o plano e deu-o a D.Antônio,para ser aberto quando morresse...
  • ...Com isso,conquista a fidelidade dos dois e os força lutar ferozmente por sua vida.
  • Isabel se mata se trancando no quarto junto com o corpo de Álvaro e se sufocando com perfume...
  • ...Ela decide se matar pois acreditava que Álvaro tinha morrido em combate...
  • ...mais na verdade ele estava vivo.Quando descobre isso,sai correndo em direção a janela para abri-la e salvar o cavaleiro...
  • ...mais ele a puxa para perto de si e eles morrem se beijando.
  • No final,Peri vira cristão para poder salvar Ceci...
  • ...eles fogem juntos numa canoa que ele já tinha preparado anteriormente.
  • Os Aimorés rompem a defesa a escadaria e D.Antônio explode a casa.
  • FIM.

20 de out de 2009

O Guarani(2)

Conforme prometido,os personagens do Guarani.Mais uma descrição da casa,de brinde.O resumo sai até quinta.

A casa.
A casa é o cenário principal.113,68% da história do livro se passa lá.Portanto,é primordial que se conheça essa casa como se fosse a sua.Ah,a história se passa em 1604.Uma casa larga e espaçosa,as margens do rio Paquequer.Aliás,no cu da margem do rio Paquequer.Ela foi construída de tal maneira que só pode ser acessada atrvés de um ponto,uma escadaria.Guardem esse detalhe,que será fundamental para o entendimento da história.

Personagens relevantes:O livro possui uns 300 personagens.Para facilitar,peguei só os que considero de maior relevância.

Peri:O Guarani.O cara que da nome ao título.O europeu em pele de selvagem.Peri era o cacique dos Guaranis,o mais forte entre os fortes,heroí por excelência.Eis que,em um belo dia,ele enxerga Cecília,sobre quem falaremos mais tarde.Então,ele decide espontaneamente virar seu escravo.Chamava-a de Ceci,mais eu não vou explicar o por que agora.Era nobre,honrado,inteligente,forte e extremamente habilidoso com qualquer tipo de arma.Era a personifcação do fidalgo em indío.

Dom Antônio de Mariz:Falando em fidalgo,apresento D. Antônio,pai de Ceci e dono da casa onde a trama se desenrola.Apesar de Portugal estar sob o domínio Espanhol ele ainda era fiel ao rei português e fez todos em sua casa permanecerem fiéis ao mesmo.Era casado com Dona Lauriana,de quem não tornaremos a falar.Guardava as antigas qualidades de um bom nobre,era fiel ao seu senhor(rei de Portugal),por isso retirou-se para Paquequer,para ser fiel em paz.Honrado e leal até a sua (trágica) morte.

Cecília/Ceci:A menina em corpo de mulher.Ceci era apenas uma criança por dentro,mais por fora já era uma mulher plenamente desenvolvida.Branca,loura e de olhos claros.Sua beleza enfeitiçou não só Peri,mais também Álvaro e Loredano.Aliás,Peri chama Cecília de Ceci porque no começo a jovem o maltratava demais.Um dia,ela ouve Peri chamando-a pelo apelido e resolve dar uma bronca nele.Então ela descobre que Ceci em Tupi-Guarani é dor(ou algo parecido,eu não estou com o livro aqui).Ela se comove e pede para que ele a chame assim,para que ela se lembre a dor que causou a Peri.

Isabel:Prima de Ceci,criada como irmã.A única coisa que faz é se apaixonar por Álvaro e fazer com que ele se apaixone por ela também.Isso não deria nada demais não fosse o fato de Álvaro já ter prometido a D.Antônio que se casaria com Ceci,o que lança uma dúvida sobre o aventureiro.

Diogo:Filho de D.Antônio é outro que passaria despercebido,não fosse o fato que ele matou uma indía Aimoré,incitando os mesmos a vingança e causando o fim da família.No final,lidera uma tentativa deseperada de chegar ao Rio e conseguir ajuda.

Álvaro:O líder dos aventureiros que fazem expedições regulares ao Rio para abastecer a família.É uma espécie de Peri branco,só que ligeiramente menos capacitado em combate.Se apaixona por Isabel e sofre com um terrível conflito na consciência,que só se encerra quando os dois morrem,juntos,no mesmo leito.

Loredano/Frei Angêlo di Luca:O rato,escória,mau elemento e tudo mais que você pensar.Em 1603,Frei Angêlo atende a confissão de um homem prestes a morrer.Ele descore da existência de um mapa que levaria a minas inexploradas.Foge com o mapa e encontra abrigo em Paquequer.Lá se apaixona por Ceci e decide trair D.Antônio,capturar Ceci e fugir com o tesouro.Sua primeira tentativa de levante é descoberta por Peri,que frusta seus planos.Quando se prepara para um segundo levante,é impedido pela invasão Aimoré.É desmascarado por um homem,que conta a verdade sobre seu passado e é morto na fogueira por seus homens.

Aimorés:Completamente inúteis.Só aparecem porque tentam invadir a casa.

Espero ter ajudado.

17 de out de 2009

A.A.A.

João está super feliz.Ele ganhou um cargo importantíssimo no Governo.Vai trabalhar na acessoria da presidência,recebendo ordens diretamente do Presidente Lula e de mais nínguem.João será acessor para assuntos aleatórios.

A função de um acessor para assuntos aleatórios é cuidar de tudo que não esteja funcionando direito.Ou seja,nada,porque se tem alguma coisa funcionando direito ela está lá,porém quando ela não funciona ela deixar ser tudo em sua totalidade representando o nada em sua ausência de tudo.Ou quase isso.

A maior parte das pessoas que ler este assunto vai achar um pouco estranho o termo Acessor para Assuntos Aletórios,porém é meu dever avisa-los que,apesar do sindicato da categoria(A.A.A.A. ou Associação dos Acessores para Assuntos Aleatórios) achar ofensivo,freqüentemente ouvimos falar deste nobre profissional sobre outros termos,como:faz-tudo,As.Po.Ne(Acessor para Porra Nenhuma) ou ainda Acessor de Deputado.

Apesar disso,nenhuma profissão no mundo precisa de tanta qualificação,pois um A.A.A precisa saber tudo sobre nada e nada sobre tudo,tudo isso ao mesmo tempo.A dedicação a profissão impressiona,pois eles tem que estar a postos em qualquer ocasião em que sejam necessários.

O posto mais alto que um A.A.A. pode alcançar é este que João ocupa agora,é vitálicio,ou seja,dura até que se acumule dinheiro o suficiente para o resto da vida.Quando o A.A.A do presidente se aposenta,uma reunião dos líderes da associação é estabelecida,com o intuito de separar os 5 que obtiveram mais exito durante o período em que o antigo trabalhou.O dossiê resultante é enviado ao presidente,que escolhe um entre os 5.O conselho é avisado e se o candidato tiver o apoio de 50%+1,ele ganha o cargo,caso o contrário,o presidente escolhe um novo,até que só sobre um.

Trabalhando diretamente com o Presidente,o A.A.A. faz um trabalho muito parecido com o do Vice,só que ao contrário deste último,não precisa trabalhar quando o Presidente viaja.Pelo contrário,viaja junto,podendo conhecer o mundo.

A profissão de A.A.A. perdeu muito de sua antiga visibilidade,principalmente devido ao preconceito com a profissão,mais também devido a sua desvalorização.Muitos jovens aspirantes a A.A.A. ao descobrirem a qualificação exigente,decidem estudar menos e acabam virando Senadores,Deputados ou professores públicos daqueles que só dão aula por que o sindicato não deixa perder o emprego.

Mesmo assim,a profissão conserva seu glamour de outrora.Grandes personalidades nacionais,como Mc Créu,Buchecha,Vanusa entre outros tiveram a oportunidade de atuar nesta carreira.Aos jovens que hoje prestam vestibular,fica aqui minha dica de carreira.Um mercado aberto,estimulante e gratificante,com salários que se mostram bem em relação ao que é pago aqui.Boa sorte a todos.

Obs:Valeu pai.

O Guarani(1)

Conforme o prometido,seguem aqui minhas impressões sobre o Guarani,de José de Alencar.

O Guarani foi escrito durante o romantismo brasileiro,no auge daquela história de bom selvagem e de compensar o que aconteceu com os indígenas fazendo eles virarem super-maneiros,divertidos,inteligentes,bons de papo e ainda por cima eram super-fodas e salavavam o Mundo.Mais ou menos como as cotas.Só que,ao invés de cotas,os indíos viraram heroís nos livros.

O livro conta a história de Peri,um chefe da tribo Guarani,o mais forte de sua tribo,o primeiro entre os primeiros que,em um belo dia,sem nada melhor para fazer,decide virar escravo(?) de Cecília,filha de um fidalgo português que vivia em uma casinha isolada do resto do mundo(no caso,longe do Rio).Até que um dia a casa é invadida pelos Aimorés,todo mundo morre,Peri foge com Cecília(que ele chamava de Ceci) em uma barquinho.O barquinho afunda,Peri arranca uma palmeira do chão e vai flutuando aleatoriamente e o livro acaba.

Enfim,a história é basicamente essa,mais não se preocupem que um resumo será postado em breve.Agora vamos aos comentários.

Primeiramente,O Guarani é meio babaca.Eu achei.Principalmente por causa do Peri ser um europeu moreno.Essa era a idéia de José de Alencar de bom selvagem.Um europeu.Na boa,essa história de bom selvagem é só um jeito sutil de dizer que os europeus são melhores do que os brasileiros.Depois começam a falar de complexo de vira-lata e todo mundo olha para o outro lado.

Continuando,os Aimorés.No livro,eles são o selvagem dentro do selvagem.São os indíos dos indíos.A própria descrição de sua fisionomia(bárbara,feroz...) colabora para imagem de filhos do capeta.Mas Alencar insiste em lembrar que eles são do mal.

Os portugueses são homens de cárater e que não hesitam em se entrgar quando percebem a cagada que fizeram(quando sair o resumo todo mundo vai entender).

De qualquer jeito,indío por indío,O Guarani ainda é melhor do Meu Querido Canibal,do Tom Torres.

Conforme prometido,resumo e opiniões da Rosângela aparecerão em breve.

14 de out de 2009

Aluga-se

Outro dia eu fui ao cinema.Por um infeliz equívoco(no caso de escolha)assisti a 9-A salvação.Confesso que o entusiasmo com que me falaram sobe Tim Burton se sobre seus filmes me contagiou.Saí do cinema com uma leve pontada de desapontamento.De fato,foi melhor do que ficar em casa,mais não correspondeu as minhas expectativas.Já uma amiga minha saiu entusiasmadíssima,comentando as questões profundas lançadas pelo filme com um entusiasmo juvenil.Se fosse outra pessoa,acharia que estavam tentando me sacanear.Mais por se tratar de uma pessoa inteligente,imaginei que ela de fato havia visto algo mais do que um monte de bonequinhos saindo na porrada com máquinas do mal.

(Intelectuais e puristas,me julguem a vontade,mais para mim cinema é entreterimento)

Cheguei a então a conclusão que cada filme,livro,texto,peça,música e o que mais você estiver pensando são diálogos.O autor escreve uma fala,o leitor,cara-que-assiste,ouvinte e etc. a interpreta e responde de acordo com suas experiências.Eu,por exemplo,acho que cinema é somente entreterimento e enxergo os filmes como tal.Eu não consigo extrair muita de coisa de um filme além de brigou com quem e quem morreu no final.Para uma pessoa que sobe as expectativas,ou que possui outra visão sobre o mundo,o que para mim pareceu um monte de bonequinhos brigando pode ser,na verdade,a resposta para as perguntas fundamentais(que não serão repetidas porque já perderam a graça).

Outro exemplo são os textos deste blog.Um psicólogo pode pensar que eu tenho déficit de atenção e hiperatividade mental(não sei se isso existe,eu acabei de inventar),pois possuo uma dificuldade em manter uma linha temática,divago muito e escrevo muito.Um professor de português vai achar que é falta de coesão e corência,resultado de incapacidade de escrita e vai me recomendar um pouco de treino.Um urso-panda não vai achar nada,porque não sabe ler e vai procurar bambu(aliás,se você mostrou isso para um urso-panda,você está pior do que eu).

Isso me leva a crer que nossas personalidades são como as lentes de um óculos,elas filtram o mundo ao nosso redor e o adaptam a nossa realidade.Eu não faço a miníma idéia do que isso queira dizer,mais eu achei que ia ser legal acabar um texto assim.

12 de out de 2009

300

Eu sei que o vídeo é (muito) velho,mais é simplesmente a melhor critíca de cinema já feita.

Algumas considerações:
  1. O Rio vai ter 600 espartanos brasileiros.
  2. O Rei Nicolau era foda.
  3. Quantas constituições brasileiras existem além da nossa?
  4. Rei Xanxas e o exército mongo se fuderam.
  5. Onde estão os outros espartanos?No Paraná?
  6. 300 ainda vai traumatizar muita criancinha.
  7. Eu quero um iogurte e um mensageiro.
  8. "O comunismo já acabou":É um homem a frente de seu tempo(viu,Psol?)
  9. "Parece uma bichona,o Santôro":É ou não é um gênio?
  10. O Alborghetti vai traumatizar ainda mais criancinhas.
  11. Corcunda por corcunda eu prefiro o de Notre Dame.
  12. Mijo de Schincariol é fedido.Tá,mais existe algum mijo cheiroso?
  13. Ele não tem amigos no blogger?E no Twitter?
  14. Geografia e História nota 10.
  15. O que ele diria se estivesse lendo isso agora?
  16. Por que demora tanto para fazer o upload do vídeo?
  17. Quanto tempo demora para ele fazer uma critíca de 9-A Salvação?
  18. Que tipo de pessoa vota no Alborghetti para deputado?
  19. Quem ganharia a discussão:Alborghetti ou Edmundo?
  20. O exército mongo tá no colo do capeta.
  21. É mais rápido baixar um filme que fazer upload de um vídeo.
  22. Imagina o Alborghetti fazendo um cerimonial para uma festa de quinze anos.
  23. Bora ver Bastardos Inglórios no cinema?É só combinar um dia.
  24. O Alborghetti é muito babaca,ele estragou a surpresa.
  25. Eu tenho pena dos filhos do Alborghetti.
  26. E da esposa dele também.
  27. E da mãe dele.
  28. E do pai.
  29. De toda a família.
  30. Você sabe que é uma boa hora para parar com tópicos enumerados quando se chega a 30.
  31. Obs:Eu estou há mais de 4 horas tentando fazer o upload.Chega.Um link não vai machucar nínguem.

Só para constar

O link não funcionou de maneira apropriada.Favor procurar(ou não)na Wikipédia.

Como era gostoso meu francês

-Bom mesmo é nos Estados Unidos/Japão/Portugal/França/Espanha e mais 24 territórios a sua escolha.

Quem nunca ouviu isso de um amigo?Mesmo os que nunca saíram do país tem convicção que está tudo melhor lá fora,muitas vezes pelo simples fato de ser lá fora.O melhor exemplo disso são uma meia dúzia de comunistas fanáticos convictos e que sempre votam no Psol ficam espalhando por aí que Cuba é o melhor país do mundo.Na boa,quando Cuba ganha do Brasil é porque tem uma coisa muito errada.

(Aposto que tem alguém ai do ourto lado da tela dizendo que isso é por causa do complexo de vira-lata e bem que o Nelson Rodrigues avisou.Aproveito esta brecha para lançar a minha tese,que será expandida em breve em um post futuro,de que o brasileiro não é um narciso as avessas,mais sim a evolução do narcisismo,o auge da arrogância,sendo tão arrogante que o auge da sua arrogância é querer se sentir inferior,só para todo mundo dizer que não é bem assim e que ele é muito bom e reticências.Uma forma silenciosa e voluntária de submissão)

Retomando o texto,quando Cuba(?!) é melhor que o Brasil,nós estamos errando em algum lugar.Em Cuba não existem as condições basícas de dignidade de um cidadão:liberdade de expressão,aliás,liberdades em geral.Como um país que ficou com um mesmo cara no poder por mais de quarenta anos pode ser um exemplo para o Brasil?

Também não sou a favor do ultranacionalismo,aquela parada de sair por aí dizendo que o Brasil sozinho se dava bem,que a gente não precisa de nínguem e que somos inteligentes,capazes e auto-suficientes.Nem 8 nem 80.

Sou a favor do antropofagismo cultural.Eu acho que o Brasil tem que engolir as culturas de Estados Unidos/Japão/Portugal/França/Espanha e mais 24 territórios a sua escolha e literalmente jogar fora tudo que não possa nos ajudar.

(Aliás,quando faço referência a esse filme no título,que por sinal não era pronográfico,é uma maneira de falar indiretamente sobre o antropofagismo cultural,apesar do filme falar em antropofagia literal,no sentido praticado pelos indíos brasileiros e que poderíamos continuar praticando(culturalmente).Aliás,esse parêntese é só para esclarecer mesmo)

Eu acho que o brasileiro ganharia muito mais se soubesse aproveitar as coisas boas que vêm de fora,combinando-as com as coisas boas que já se encontram aqui dentro.Na verdade,é mais uma sugestão de comportamento.Para mim não faz a menor diferença o seu interesse em seguir ou não meus conselhos.Eu absorvo naturalmente o que é bom e melhorei muito com isso.Se você não quiser,essa é só uma coisa a mais para ser regurgitada.

C6X7LY

Aí,na boa,abdico do direito de comentar semanalmente algumas notícias.Não tem a menor graça.

10 de out de 2009

?

Com esse são três!

o/\o

Post nonsense.

Boa Noite

Levante a mão aí quem nunca se pegou perguntando o que era um sonho?,para que ele servia?,o que vai ter para o almoço?Povos autóctones(eu vi num livro) acreditam ou acreditavam que sonhos podem te mostrar o que vai acontecer,Freud achava que tinha alguma coisa a ver com você fazendo sexo com a sua mãe,as criancinhas do Jardim de Infância acham que aquele monstro existe de verdade e vai pular do armário a qualquer momento,algumas pessoas dizem que ele reflete a nossa alma.E os esquimós acham eles muito parecidos com morsas.Como podemos ver,através das eras diversas opiniões sobre sonhos foram construídas e desconstruídas e depois recuperadas para serem implodidas novamente.Enfim,o sentido dos sonhos é um mistério ligeiramente polêmico que permanecese acesso até hoje.Eu,como qualquer desocupado que se preze,aproveitei para dar um pulinho aqui e tacar mais corpos na fogueira(porque jogar lenha na fogueira está definitivamente ultrapassado) e tentar responder alguma coisa.

Para conseguir uma linha coerente de racicínio,vou começar contando um sonho meu.

Eu estava num campo aberto,vulgo descampado,com belas colinas verdes que iam até onde a vista alcançava.De repente começa a tocar Mars-The bringer of War,do Holst,eu sinto o chão tremer,eu ouço gritos de guerra e,quando olho ao redor,todas as colinas foram tomadas por uma massa viva.Um segundo olhar me diz que não era uma simples massa viva,mais sim milhares,quiçá milhões de hoplitas gregos,avançando furiosos,o ódio fluia através deles e em seus olhos vi a própria Morte refletida.E eu estava sozinho,ali no meio,parado contra hordas e mais hordas de ferozes soldados que em breve se chocariam na Guerra para silenciar todas outras,a derradeira Batalha,entre as forças a minha esquerda e as forças a minha direita.Eles se aproximam,a música vai ficando intensa e para,abruptamente em seu clímax.Junto com a música,param também os ferozes soldados há apenas poucos metros um dos outros.Então,surge um clarão no céu e começa a tocar brake e os soldados disputam qual dos dois lados possui os melhores dançarinos.

O que me leva a creer que:
  1. Vai chegar um dia em que não haverão mais guerras nem armas e nossas desavenças serão resolvidas por meio de campeonatos de dança de rua.
  2. Minha mãe deve ser grega ou ter família na Grécia.
  3. Eu estou completamente louco e devo ser internado urgentemente no manicômio mais próximo.Ou no mais distante da civilização.
  4. Morsas dariam ótimos soldados.
  5. Eu gosto de tópicos enumerados.
  6. Eu sei escolher bem uma trilha sonora.
  7. Esse texto já deveria ter acabado.

De qualquer jeito,eu espero ter jogado alguma coisa na fogueira.

Em tempo:Isso aí em cima podia ser um tópico enumerado número 8 tranqüilamente.

Quanto você calça?

O que você prefere?Usar tênis ou chinelo?Eu,pessoalmente,prefiro os tênis.Eu nunca soube exatamente o porque.Eu acho que tem tudo a ver com aquela sensação de pé seguro,sei lá.O chinelo é muito mais live,de fato,mais ele solta,bate,incomoda e ainda fica mais fácil de você cagar o seu pé todo.O tênis pelo menos é mais seguro.

Muita gente pensa assim antes de tomar a decisão de saírem das casas de seus pais.Eles preferem continuar usando seus tênis metafóricos tamanho 42 a sair por aí e serem livres de fato.Essas pessoas trocam a liberdade da vida solitaria pela certeza da comida quente da mamãe e uma cama confortável.

Na boa,isso não tem nada a ver.Um dia todos tem que arcar com suas responsabilidades.Não tem a menor garça ficar de tênis a vida inteira.Um dia nós temos que calçar o chinelo.Não,não servem pantufas.Tá,podem ser havaianas.

De qualquer jeito,a graça da vida está em matar um leão por dia,em ir a luta,apanhar e tomar porrada na mesma proporção.É sofrer sim,mas também é comemorar.Tudo fica muito melhor quando vem do seu esforço.Qual é a graça de chegar em casa no final do dia,tirar o seu tênis,botar o pé para o alto e ver,que,lá no fundo,você é um fracasso?O que que é seu por direito nessa casa?Nada.

Um dia,todos vamos ter que acordar para vida.Não dá para usar tênis a vida inteira.Um dia você vai ter que tira-los voluntariamente,ou um dia eles vão ser roubados.Aí a realidade bate mais forte.E o cara que calçava 42 de repente nem chinelo tem mais.

É lógico que não posso forçar todo mundo a botar o chinelo agora.É lógico também que uma pessoa que calçe 15 não pode sair por aí de chinelos(metafóricos).Essa é uma decisão que leva em consideração não só o seu preferido,mais também o tamanho do seu pé.Eu calço 16.E você?

8 de out de 2009

Desabafo

Foram só dois dias,mas que parceram duas unidades-de-medida-muito-grandes de anos para mim.Ficar sem escrever para mim é como ficar sem respirar para você.Só que depois que eu fico azul eu não abro a boca e respiro desesperadamente.Eu pego uma caneta,lapís ou qualquer coisa que eu possa usar para escrever e mando ver em qualquer superfície aproveitavél.Até papel higiênico serve.Mas nínguem guarda canetas no banheiro...

De qualquer jeito,eu não aguentava mais.Eu não estava mais azul.Eu estava roxo.Agora,conforme escrevo essas linhas,eu vou mudando de cor,eu vou clareando,em um processo de azulação.Falando em azulação,olha ele aí.Hããããh ahhhh.Não funcionou.Só as palavras me clareaiam.Ou normalizam a minha cor.Se você já não aguenta mais,relaxa que daqui a pouco passa.__________________Ufa,passou.

Retomando o texto,eu não conseguia mais.Eu sei que por força das circunstâncias eu não deveria estar aqui.Mais o problema é das circunstâncias e não meu.

Quando apareci na frente da tela,começei a imaginar sobre o que escrever.Pensei em casas de praia(que inclusive ficou bem legal,talvez eu publique),pensei em estilos,ou quem sabe em um poema.Mais chegeui a conclusão que pensar não fazia sentido,só escrever pelo simples ato de escrever já estava bom o suficiente.Agora eu sinto muito por ter de sair,mais se eu continuar nesse ritmo,vou acabar compartilhando o problema com as circunstâncias.

Obs:Dois dias sim.Para mim,terça e quarta passaram como um dia só.

6 de out de 2009

() () 0²

Problema resolvido.Tinha algo de podre no meu cérebro.Eu já tinha começado o texto antes,só não lembrava disso.Maldito auto-save.

Reino da Dinamarca

Têm algo de podre no fuso-horário do meu blog.

5 de out de 2009

Escrevedores

_____(Sim,isso é um nome.Não,eu não bebi.)é um jovem de x².y³ anos que tem um blog de qualidade dúbia(qualquer coincidência é mera semelhança)e que se acha um escritor.Ele de vez em quando tem umas sacadas geniais,a maior parte de seus textos é razoável e tem certas idéias que não publica porque tem vergonha.Ele prepara minunciosamente seus textos e se considera um escritor.O que ele não sabe é que não é bem assim.

Calma aí,não fecha a janela ainda não.Leia primeiro meus argumentos.____ é na verdade um escrevedor.Cara,eu não to errado.Só porque não tá no google não significa que não exista,afinal eu acabei de inventar.Procura neo-logismo no google e para de estragar o texto dos outros.Tá errado é o cacete.Não gostou vêm aqui e corrige então.Babaca.

Volatando ao assunto,_____ é um escrevedor,que apesar de parecido,é completamente diferente.

Um escritor não planeja minunciosamente seus textos,ele nem pode.Ele é um jedi das palavras,elas simplesmente fluem através dele e ele as utiliza para transformar suas idéias em coisas concretas.Ou textos,tanto faz.

Ah,falando idéias,chegamos à principal caracteristíca de um escritor.O escritor é um escravo das idéias.Ele possui uma compulsão mórbida por escrever,por pior que o texto seja,ele vai lá,vai botar no papel e vai publicar.Ou você acha que alguém em sã consciência ia ter coragem de publicar um texto dizendo que escreve que nem um pingüim dançando valsa ou que os pombos vem de lugar nenhum.Mesmo sem condições de escrever ele anota as idéias e as escreve depois.

O escritor,lá no fundo,é só um cara que conhece a importância das idéias e sabe como elas são teimosas e exigentes.Dificilmente voltam a uma pessoa.È esse tipo de sentimento que leva uma pessoa a postar alguma coisa num blog a meia noite e dez.

Obs:O escritor é obrigado a escrever,mais o leitor não é obrigado a ler.

4 de out de 2009

É essa ruguinha aqui.

Eu vi na capa da Revista de Domingo(só na capa,é lógico)que as pessoas estão usando botox em excesso no Brasil .Por exemplo,você se olha no espelho e vê uma ruga.Você vai para o trabalho e,de repente,acha que sua ruga virou o centro das atenções.Então você arranja uma cirurgia e tira.Simples assim.

Claro que não!!Tem muito mais coisa do que vaidade.Pensa comigo.Quando um cara de 27(!) anos bota botox,é que tem uma coisa muito errada.Cara,vinte e sete anos.Como sera que se chegou a esse ponto?

Eu tenho uma teoria.Na minha opinião,o brasileiro está com medo de envelhecer.Sim medo.Cagaço.Um sinônimo de medo a sua escolha.O brasileiro treme diante da idade.Treme diante da possibilidade de ser trancado eu um asilo e morrer sozinho.

O Botox é a sua arma.È assim que o brasileiro luta contra a idade.Combatendo as rugas,ele acha que vai ganhar da velhice.Ele acha que vai ganhar da morte.Ledo engano.Ao lutar contra a idade com o botox,o maxímo que o brasileiro vai conseguir é ser um morto bem jovial.È a mesma coisa que tentar curar uma dengue com gelol.Não rola.

O brasileiro espera que sua velhice vá para o saco,junto com as rugas.Não dá.O melhor que se pode fazer é envelhecer com saúde,fazendo exercícios e se alimentando bem.Mesmo assim,dificilmente se passa dos 90.

Eu já optei pela velhice saudável.E mesmo jovem,vou começar uma dieta amanhã.Agora,se você vai entrar ou não no botox,isso é problema seu.

Faltou no Diário de Bordo.

Íbis goleia time de blogueiros e atacante comemora: “Há dez anos não marcava":Gente,o Ibís ganhou.

Post semi-inútil

Eu disse que ia ter bombardeio.

Clichê

Toda festa de 15 anos tem um(a) cerimonialista muito chato(a).

Todo cronista escreve sobre a falta de idéias.

Todo filme de terror de quinta categoria fala sobre a terceira lei de Newton.

Todo garçom de festas "chiques" se parece com um pingüim.

Todo cronista diz que sua maior inspiração é o Verissímo(filho).

Todas as atrizes globais já leram O Pequeno Prínicipe.

Toda festa de 15 anos aniversariante vira a flor que brotou no jardim há 15 anos.

Todos os poetas fazem questão de não fazerem sentido.

Toda vez que você vai a um almoço de negócios com uma camisa branca você mancha ela.

Por mais feio que você seja,sua mãe sempre vai te achar o garoto mais bonito do mundo(perigo em potencial para a auto-estima).

Todo político já roubou.Pelo menos um pouquinho.

Toda vez que eu não sei como acabar um texto eu jogo alguma coisa no ultimo parágrafo e deixo o leitor na mão.

Diário de Bordo(2)

  1. Rio será sede das Olimpíadas 2016:Eu sei que o link não é dos melhores,mais foi o que deu para encontrar agora.De qualquer jeito,essa Olimpíada,que ocorrera apenas dois anos depois da Copa,será fundamental para que o Rio retome seu protagonismo,que lhe foi retirado junto com a condição de capital.O legado das Olimpíadas será verdadeiramente útil,e caso seja mantido um planejamento,o Rio pode em pouco tempo virar uma referência mundial.
  2. Rio será sede das Olimpíadas 2016:Eu sei que o link não é dos melhores,mais foi o que deu para encontrar agora.De qualquer jeito,essa Olimpíada,que ocorrera apenas dois anos depois da Copa,será fundamental para que o Rio retome seu protagonismo,que lhe foi retirado junto com a condição de capital.O legado das Olimpíadas será verdadeiramente útil,e caso seja mantido um planejamento,o Rio pode em pouco tempo virar uma referência mundial.
  3. Rio será sede das Olimpíadas 2016:Eu sei que o link não é dos melhores,mais foi o que deu para encontrar agora.De qualquer jeito,essa Olimpíada,que ocorrera apenas dois anos depois da Copa,será fundamental para que o Rio retome seu protagonismo,que lhe foi retirado junto com a condição de capital.O legado das Olimpíadas será verdadeiramente útil,e caso seja mantido um planejamento,o Rio pode em pouco tempo virar uma referência mundial.
  4. Rio será sede das Olimpíadas 2016:Eu sei que o link não é dos melhores,mais foi o que deu para encontrar agora.De qualquer jeito,essa Olimpíada,que ocorrera apenas dois anos depois da Copa,será fundamental para que o Rio retome seu protagonismo,que lhe foi retirado junto com a condição de capital.O legado das Olimpíadas será verdadeiramente útil,e caso seja mantido um planejamento,o Rio pode em pouco tempo virar uma referência mundial.
  5. Rio será sede das Olimpíadas 2016:Eu sei que o link não é dos melhores,mais foi o que deu para encontrar agora.De qualquer jeito,essa Olimpíada,que ocorrera apenas dois anos depois da Copa,será fundamental para que o Rio retome seu protagonismo,que lhe foi retirado junto com a condição de capital.O legado das Olimpíadas será verdadeiramente útil,e caso seja mantido um planejamento,o Rio pode em pouco tempo virar uma referência mundial.

Pingüim

Na festa de 15 anos de minha irmã,da qual me lembro com se fosse ontem,eu tive que dançar valsa.Foi um redundante fracasso.Foi provavelmente a valsa mais catstrófica de todos os tempos.Eu parecia um pingüim de blazer(se bem que todos os pingüins nascem de blazer)dançando completamente travado,dando passinho de pingüim prum lado,passinho de pingüin pro outro.No final,minha irmã disse que uma amiga dela achou fofinho.Na mesma festa,uma amiga minha que tinha lido os meus textos falou que eu escrevia de um jeito fofinho.

Aí eu cheguei a uma conclusão:Eu escrevo que nem um pingüim de blazer.Não literalmente,é claro,porque,como todo mundo sabe,pingüins estão entre os melhores escitores do mundo(inclusive dizem as más línguas que a Clara é um pingüim).E,por mais estranho que isso pareça,eles escrevem ainda melhor quando estão usando um blazer.Quando digo que pareço um pingüim de blazer escrevendo,digo que pareço um pingüim de blazer dançando valsa quando escrevo.

O que me levou também a me perguntar o significado de fofinho.De acordo com o google,fofo significa:frouxo, débil, mole; flácido.Então eu me pergunto o que seria um texto flácidozinho ou uma valsa molezinha.Pior ainda,de onde surgiu isso?

Será que pessoas flácidas podem ser consideradas bonitas?Se for assim abdico agora da dieta.Prefiro ser belo no estágio falcido,que já está no meu alcance.

Prefiro imaginar que as gírias vem do mesmo lugar de onde vêem os pombos.Você nunca sabe qual vai ser a próxima.Quem sabe um dia,quando um bom escritor aparecer,as pessoas vão comentar discretamente:

-Tá vendo aquele cara ali?É um pingüim de primeira categoria.

2+2=2x2/2x1+2

Você está numa festinha,balada ou qualquer coisa do gênero,quando você vê A mulher.A mulher para suplantar todas as outras.Ela é tão perfeita que sua essência transborda dela mesma e se espalha pelo mundo,tornando as coisas ao redor dela mais bonitas,inclusive ela mesma.

A partir do momento em que ela entra,sua atenção é dedicada integralmente a ela.A sua e a de todos os outros homens no recinto.Você sabe agora que está competindo com outros tantos homens pelo privilégio de poussui-la,mesmo que por alguns segundos.Só para poder dizer que ela é sua.Somente sua e de mais nínguem.

Pela sua cabeça passam milhões de coisas para serem ditas a ela,tipo "seu sorriso se espalha como uma borboleta"(que nem naquele filme).Não,você pensa,não se chega numa mulher desse nível com uma cantada de filme.Você pensa em falar o que está escrito no primeiro parágarafo,mas desiste,até porque sabe que o autor não é lá grandes coisas.Você continua pensando,todo tempo do mundo é pouco nessa competição.Você não é um poeta,mas por ela vale a pena tentar.Eis que aquela vozinha impertinente da sua cabeça grita

-Você vem sempre aqui!Você vem sempre aqui!Vai lá campeão manda ver.

Você dá uma risada discreta,ao mesmo tempo em que repudia a idéia e manda a vozinha se calar.Ela se retira contrariada,te chingando em alto e bom som.Você vem sempre aqui,que piada,pensa você.E ELA lá é mulher de você vem sempre aqui.Enquanto você está lá,absorto em seus pensamentos,um murmurinho começa a tomar conta do local.Quando você vê,já era,você perdeu.

No final da noite(ou começo do dia)você puxa o cara para um canto e pergunta:

-Porra cara,diz aí,que cê falo pra ela.

-Ah cara,tipo,eu cheguei pra ela e disse:

(A sua expectativa aumenta,seu coração bate como se quisesse arrebentar o seu peito e sair correndo gritando:HAHAHAHA olha pra mim,olha pra mim!Eu sou um coração,eu sou um coração!!!HAHAHAHAHA!!!Um babaca acabou de morrer agora!HAHAHAHA!!!!)

...disse:

(A sua expectativa aumenta,seu coração bate como se quisesse arrebentar o seu peito e sair correndo gritando:HAHAHAHA olha pra mim,olha pra mim!Eu sou um coração,eu sou um coração!!!HAHAHAHAHA!!!Um babaca acabou de morrer agora!HAHAHAHA!!!!)

Tá,agora é sério.

...disse:Você vem sempre aqui.

Ele se vira e vai andando.Você fica na dúvida entra sair correndo para chorar no banheiro ou sentar e chorar aí na calçada.Agora é a vozinha que está dando risada da sua cara e cantando:"Eu avise-e-ei,eu avise-e-ei".Seu coração perdeu aquela vontade de disparar,apesar de ainda achar que um babaca acabou de morrer.Você senta e chora aí mesmo na calçada,enquanto aquele cara passa com o carro a toda,te encharcando de lama,com a mulher rindo no banco do carona.Você perdeu A mulher.Tudo porque você se recusou a ser você mesmo.Você trocou a simplicidade pela complicadez(?).

Eu sei que tem gente rindo até agora da cara dela,mais é necessário pensar um pouco sobre isso.Quantas vezes você já não pôs tudo a perder porque se recusou a seguir a sua intuição e fazer tudo de um jeito mais complicado.O Mundo é uma coisa tão simples,mais a gente insiste em complica-lo.A gente não resiste a uma boa complicação.Pense bem.Hoje,quem se deu mal foi aquele babaca,mais amanhã aquele babaca pode ser você.

_______________________

Tomei um banho de idéias e retornei ao meu estado padrão.Estejam preparados para um bombardeio.

O bom e o Bob

Dois homens.Uma planíce vazia.Aquela musiquinha de faroeste.Passam voando aquelas coisas redondas ligeiramente redondas e esfarrapadas que sempre passam voando/rolando,mais rolando do que voando,diga-se de passagem,nos desnhos animados.A desolação é,no,mínimo,deprimente.

Imaginou?Pois é,é mais ou menos isso que está passando agora na minha cabeça.Sim,até a musiquinha.Menos,é claro,os dois homens que estão prestes a fazer alguma coisa que eu não sei,pois eles acabaram de ser inventados.Se eu bolar alguma coisa para eles eu falo no final do texto.

Por algum motivo estranho(#efeitopombo)eu acordei assim hoje.Até escrever estas linhas está sendo difícil.Estou extraindo cada palavra de mim com enorme suplício,cada idéia que pinga é uma festa em minha cabeça.

Aliás,nem sei porque eu estou escrevendo isso aqui afinal.Deve ser alguma forma de justificar o que eu não fiz ou pretendo deixar de fazer.Querem saber?Não dá mais.Fui!Deu pra mim!

Obs:Os dois homens são Bob e Outrobob(Eu não estou com paciência para ficar inventando nomezinhos)e foram presos na mesma cela durante um tempo.Outrobob quer acertar as contas com Bob porque acha que foi molestado sexualmente durante o sono.

3 de out de 2009

Título

Para os que já leram,o post abaixo foi modificado por estar muito mal escrito,até mesmo para os padrões deste blog.

2 de out de 2009

Panis et Circenses

Eu quis cantar minha canção iluminada de sol
Soltei os panos sobre os mastros no ar
Soltei os tigres e os leões nos quintais
Mas as pessoas na sala de jantar
São ocupadas em nascer e morrer

Se,quando você leu o título,pensou nessa música aí em cima,sinto muito,mas você está errado.O Panis et Circenses no caso é o que acontece com a população carioca.

Já é do conhecimento de todos que o Rio vai sediar os Jogos Olímpicos de 2016.Também é do conhecimento geral que o Rio é uma das cidades mais violentas do mundo.Agora,junte as duas coisas.

Tá complicado aí?Então deixa eu te ajudar.Marcaram presença hoje em Copacana 30.000 pessoas,todas estavam reunidas para comemorar o privilégio de sediar uma Olímpiada.Evento histórico.

Mudando agora para outro evento histórico,mas que infelizmente,não marcou os cariocas pela festa.No dia 7 de fevereiro de 2007,ocorreu um crime.Seria mais dentre tantos outros,se não tivesse vitimado cruelmente um garoto de 6 anos,João Hélio,que foi arrastado por bandidos que dirigiam o carro como loucos ,levando junto a criança,presa ao cinto de segurança do carro.O crime foi tão brutal que paralisou a cidade por um momento,algo difícil na rotina de um município tão acostumado a atrocidades diversas e a violência sem limites.Seus pais clamaram,durante a missa de sétimo dia,pediram que a população fosse as ruas por um Rio menos violento.Foram prontamente atendidos por 500 pessoas,um bom número,mas não chega nem perto de 30.000.

Ou seja,os cariocas lotam São Januário para festejar,mas não lotam nem o estádio das Laranjeiras para brigarem por seus direitos.

Da próxima vez que vier ao Rio durante o carnaval,observe como a cidade trava.O Rio para para pular,sambar e ver a Mangueira passar na Sapucaí.O Rio para por um (bom) clássico no Marcanã.

Pão e circo.Panis et Circenses.Enquanto tiver motivo para rir,o carioca vai continuar rindo.Isso é ao mesmo tempo,uma vantagem e uma desvantagem.O Rio só é o Rio porque é habitado pelos cariocas,um povo sempre bem humorado.Imagina que merda que não ia ser se os paulistas morassem no Rio ao invés dos cariocas.Porém,essa alegria leva a resignação,já que,se puder ficar na boa,o carioca não tem do reclamar.

Panis et Circenses.Panis et Circenses.Pensem nisso.

Mandei fazer de puro aço luminoso um punhal
Para matar o meu amor e matei
Às cinco horas na avenida central
Mas as pessoas da sala de jantar
São ocupadas em nascer e morrer
Mandei plantar folhas de sonhos no jardim do solar
As folhas sabem procurar pelo sol
E as raízes procurar, procurar
Mas as pessoas da sala de jantar
Essas pessoas da sala de jantar
São as pessoas da sala de jantar
Mas as pessoas da sala de jantar
São ocupadas em nascer e morrer
Essas pessoas da sala de jantar (10 vezes)
Essas pessoas na sala...

1 de out de 2009

Efeito Pombo

Deixe-me fazer uma pergunta:Quantos pombos você já viu até hoje?Muitos,eu imagino.Agora,vamos raciocinar em cima deste fato.Você já viu muitos pombos,certo?Agora,quantos destes eram filhotes?Quantos ninhos de pombo você já viu?Nenhum,certo?Agora vem a parte mais importante:de onde eles(pombos) vêm?Eles não nascem,eles aparecem.Eles não existem,eles são.

A resposta é exatmente a que você imaginou:os pombos simplesmente surgem no meio do nada,tipo a geração expontânea,que você deve ter pelo menos ouvido falar.Os cientistas dizem que isso é impossível,contraria todas as regras de vivências de seres e outras coisas.Eu digo que eles são a exceção que confirma a regra.

Isso nos permite concluir a minha teoria,desenvolvida com o auxílio de (preciosos) amigos e batizada por mim de efeito pombo.O efeito pombo determina que,algumas coisas,tal qual os pombos,simplesmente aparecem.Você não sabe o que elas são,nem o que elas estão fazendo lá.Só sabe que elas existem.

Um bom exemblo do efeito pombo aplicado a prática é a trigonometria.11 em cada 10 alunos não fazem a mínima idéia do que seja trigonometria.A maioria pensa que é só um monte de rabiscos feitos em um círculo.Você não sabe porque tg(a-b)=tga-tgb/1+tga.tgb,você só sabe que é e que isso cai na prova amanhã.Isso não faz o menor sentido,simplesmente é.

O efeito pombo é a explicação que a ciência vem procurando a séculos para muitas coisas.Pena que arrogância desmedida dos cientistas nos mantenha longe de respostas para perguntas como:o que somos?,para onde vamos? e será que hoje tem batata frita para o almoço?.De acordo com os cientistas,não pode existir efeito pombo devido a falta de método científico.Bobagem.Todo esse post foi conduzido sob rigor lógico,com uma equipe capaz e consistente.Cabe a você escolher o seu lado.Você decide se vai descobrir se vai ter batata frita hoje no almoço.

Complemento

Só complementando,aqui tem um ótimo exemplo de uma teoria de conspiração.

Ps:Eles também podem ser a máfia chinesa.

Ps2:È um video game

Ps3:È outro... a,querem saber,essa piada já perdeu a graça(Se bem que não se perde o que não se tem).Eu não sou pago para isso.

Ps4:Brasão King Size é tipo Burguer King?

Ps5:Quando as pessoas entram no msn(antigo)fazem um barulho de Winning Eleven.

30 de set de 2009

"Eles"

-Galera,vocês não sabem o que eu acabei de descobrir:(uma teoria da conspiração a sua escolha).
É claro que você já passou por essa situação antes.Eventualmente,todo mundo acaba ouvindo isso de um amigo um pouco mais,digamos,suscetível a acreditar em tudo que ouve.

Toda vez que rola uma pandemia,ou um deastre marcante,eles entram em cena.È óbvio que foram eles que desenvolveram em laboratório o vírus da aids,o H1N1 e o ebola virus,além de terem facilitado a entrada dos terroristas em solo americano e planejado o onze de setembro e o Holocausto.Isso é óbvio.

O que não é óbvio é a sua identidade.Afinal,quem são eles?A identidade deles pode variar,passando de uma sociedade secreta que quer dominar o mundo,um grupo de cientistas loucos que quer exterminar seus inferiores,uma organização super-secreta de criminosos-loucos-que-querem-implodir-o-mundo-e-seus-aliados-alíenigenas,o ET de Varginha ou o Bob Flamejante.No final,o que importa é que eles não são eles.

Não,eu não enlouqueci.Sim,é confuso,eu sei,mas tente acompanhar.No fim da história,essas teorias muito loucas são só um reflexo de uma necessidade muito louca das pessoas:Jogar a culpa em alguém.Só que nesse caso,alguém não se chama alguém,se chama eles.E eles você já sabe quem são.

No fundo,no fundo você morre afogado.Mais também descobre que esse texto morre de vontade de ser,na verdade,uma conspiração.Você sabe que esse texto saiu de mim(pois textos não são escritos,são idéias fugitivas,prometo escrever sobre isso) louco de inveja,querendo chamar atenção,uma verdadeira coisa que chama muita atenção a sua escolha,aprisionada atrás de uma tela,esperando ser lida,devorada,e,mais que tudo,divulgada.Faça sua parte,divulgue,corra o mundo.O tempo deles tem que acabar.Agora,se vocês me dão licença,eu tenho que fazer uma discreta saída pela direita,porque eu acho que eles estão chegando.

29 de set de 2009

Sub-20

Uma coisa que eu não entendo são os mundiais sub-20.Sério.Os mundiais sub-20 são um mundo a parte,um futebol dentro do futebol,onde a lógica sem lógica do futebol se aplica ainda mais fervorosamente.Ou não se aplica,sei lá.Lá dentro nada faz sentido,ou tudo faz ainda mais sentido.Realmente,até eu estou confuso.

Mas,voltando ao xis da questão.Quem aqui se lembra de uma geração passando invicta no sub-20,humilhando todos os adversários,ganhando todas as taças disputadas e passando vexame nos profissionais.Aliás,nem é preciso procurar muito longe,isso acontece muito a nível de clubes no Brasil(eu ouvi alguém dizendo Geração 84?).

Um bom exemplo é Gana.Há anos que os ganenses realizam excelentes participações em copas do mundo sub-20.Hoje mesmo ganharam de 4x0 da Inglaterra.Mais a gente sabe que,na hora do vamos ver,quem vai tomar uma surra são eles.

Mas porquê?O que é que muda tanto dos 20 para os 21 que os caras de repente perdem toda a sua habilidade?Será que nessa idade os europeus começam a ganhar em preparo fisíco?Não creio.Hoje em dia da para se montar uma sub-17 de qualquer seleção africana só com jogadores "europeus" que dira profissionais.

Esse parece ser o tipo de coisa que não pode ser simplesmente decifrada.É como os pombos,simplesmente acontece(sim,poucos sabem,mais os pombos aparecem por geração espontânea).De qualquer jeito,se o Brasil tomara surras atrás de surras no sub-20,mais continuar ganhando as Copas,fca tudo perfeito.

28 de set de 2009

Zelaya

O Brasil é o país do futuro,é a potência soberana nas Américas,vai ser uma Superpotência em dois-mil e fim do mundo etc.Isso todo mundo já sabe.Sim,todo mundo,eu você,sua mãe,seu pai,seus amigos e até o garotinho do comercial da Petrobras.Agora,quem vai me explicar o fato do presidente do Gigante que está-em-processo-inicial-de-acordar-e-acabou-de-arrebentar-o-despertador se curve de diante de huginho(sim,com letras minúsculas)que governa um país de tamanho,no maxímo,quase médio?

Detesto ser repetitivo,mas eu não consigo evitar de tocar nesse assunto.O Brasil acabou de dar um golpe no golpe do golpe e está diminuindo consideravelmente as chances da democracia retornar a Honduras,melando completamente as eleições que estavam para ocorrer em uma data que não me recordo,além de dar um tiro no pé na sua candidatura a membro permanente do Conselho de Segurança.Ou você daria poder de veto a um líder que tem como guru Chávez,o socialista do século XXI.Eu não daria.E aposto um dedo que a ONU também não.

Além do mais,essa posição contraria a soberania hondurenha e a tradição diplomática brasileira em não meter a colher em briga de marido e mulher,abrindo uma postura estilo imperialismo muito-louco que,decidamente não combina com a nossa tropicalidade tropical.

Pensando melhor,não dá para esperar muita coisa a mais de um país que extradita e joga na merda total boxeadores cubanos,que fugiriam novamente,com sucesso,cerca de um alguma coisa(ano ou mês,não me lembro)e dá tratamento de luxo a um terrorista italiano com mortes nas costas.A diplomacia brasileira é muito parecida com o Senado brasileiro nesse aspecto.Essa é somente mais uma evidência.

27 de set de 2009

Chuveirinho

Adivinhe qual é o campeonato de clubes de futebol que mais arrecada hoje em dia?Não,não é o Espanhol,é o Inglês.Sim,eu sei,não se joga futebol na Inglaterra.Se joga algo remotamente parecido,que envolve bicões para frente e chuveirinhos na área que uma hora a bola entra.Mais não deixa de ser o mais lucrativo.

A receita,para falar a verdade,é bem simples.Desde que alguns grandes clubes se cansaram da zona que era o campeonato inglês do "jogo remotamente parecido com futebol e que envolve bicão para frente e chuveirinho na área que uma hora a bola entra"(dizem os ingleses que isso se chama objetividade)e criaram a Premier League,subindo o padrão e o preço das cotas de tv e patrocínio,começou-se a,de fato,jogar futebol na Inglaterra.Mais isso não é explicação suficiente.

O que aconteceu foi que os ingleses passaram a contratar,no exterior,jogadores de futebol de verdade,não de "jogo remotamente parecido com futebol e que envolve bicão para frente e chuveirinho na área que uma hora a bola entra".Isso,combinado com a tal da "objetividade" inglesa aumentou o nível do jogo.Porque,se antes os ingleses eram objetivos e partiam para cima pelo alto,agora os habilidosos estrangeiros puseram a bola no chão,criando um espetáculo ofensivo,onde dois times com jogadores extramamente talentosos partem para cima o jogo todo.

Essa história deveria servir de exemplo para nós brasileiros,que adoramos bater no peito e dizer que antes de nós,não havia futebol,havia bico para frente e chuveirinho e que agora temos que nos contentar com exibições intrágaveis de faltas,bicos para frente e chuveirinhos.É claro que a transformação não vai acontecer da noite para o dia,mais é melhor uma mudança lenta,dolorosa e ligeiramente incompleta que algo que lembre remotamente o futebol.

Notícia feliz

Estou em fase de negociações para trazer a colaborção de alguém que,de fato,sabe escrever,para distoar um pouco da ruindade reinante neste blog.Cruzem os dedos.

Diário de Bordo(1)

Senhoras,senhores e indecisos,e com prazer que inauguro esta seção ,o Diário de Bordo,em que comentarei cinco notícias que marcaram a (minha) semana.Com vocês,o Diário de Bordo.

  1. A embaixada brasileira abriga Zelaya:Se fosse um político qulaquer,eu já não ia gostar.O Brasil não tem que se meter com o problema dos outros.Agora dar abrigo para chavista vagabundo é demais.Deixa os hondurenhos salvarem a democracia deles em paz,mesmo que seja por meio de um governo provisório estilo ditadura.

  2. Um meliante morreu após tomar um tiro na cabeça:Aplaudo de pé a atuação do policial que deu um tiro.Na minha humilde opinião,ele merecia uma medalha.E nem adianta vir reclamar,porque se o Estado não deu emprego,pelo menos dá bolsa família.

  3. Gp de Cingapura 2008 pode ser anulado:O Massa pode ser campeão.Precisa dizer(escrever)mais?
  4. O Timo Glock chegou em segundo lugar:Porra,o cara dirige uma Toyota.Não precisa dizer,ou digitar,ou ainda escrever,mais nada.
  5. Irã faz teste com mísseis:Do jeito que esse ditador de nome muito complicado do Irã é louco,não duvido nada que qualquer dia desses ele anuncie guerra a Israel,tendo ainda um risco do Hezbollah entra junto.Eu acho que falta um louco no estilo Bush para mandar logo um míssil e acalmar esse cara.

26 de set de 2009

Calma aí que eu ainda não escolhi o título.

Quem (não) acompanha o blog há um tempo,já sabe que ele teve três nomes e mensagezinhas de de debaixo do nome diferentes,e já foi propriedade de duas identidades diferentes,contando também com três endereços diferentes.Respectivamente(sem contar endereços)Meu jeito(existem 3 jeitos de fazer as coisas:o certo,o errado e o meu),Regurgitando(Altas sobras de cérebro),sob o comando da (nem) tão saudosa Voz,e este,que eu tenho o prazer de comandar como o Almirante.E eu acabei de bolar um novo:Blog Radioativo(Entre por sua própria conta e risco).
Quem me acompanha a mais tempo sabe que essa inconstância é um traço marcante da minha personalidade.Pode ser que eu seja um cara sensato,flexível,que reconhece um melhor argumento.Ou talvez eu seja burro,frágil e precise de alguém para me suportar.Ou talvez seja tudo junto.Ou quem sabe não seja nada disso.De repente eu sou uma metamorfose ambulante,que nem o Raulzito.Ou talvez eu seja apenas eu.Ou quem sabe eu não seja ninguém.
De qualquer jeito,os que pretendem se tornar meus leitores devem estar preparados para mudanças do tipo da água para o álcool e do álcool para a gasolina.Os próprios textos são minhas testemunhas,pois comecei enfezado,sem apresentação,já que sabia que seriam zero leitores.Agora até converso com meus leitores imaginários.Aproveitem,essa fase,vocês não sabem quando ela vai acabar.

Post inútil

Senhoras,senhores e indecisos,com vocês um post inútil.

25 de set de 2009

O Anônimo

Levante a mão o blogueiro que nunca sofreu com o ataque de um anônimo.Como era de se esperar,ninguém levantou.Menos eu,é claro,pois ninguém lê meu blog,o que por si só já diz muito sobre a qualidade dos textos,não preciso de ninguém para me lembrar que como escritor sou um ótimo ator.

Retomando o texto,quem nunca foi atacado por um anônimo poderia fazer a gentileza de levantar a mão de novo,porque eu já esqueci.Claro,ninguém.

O anônimo,é por sua própria definição,um covarde.Escondido sobre um manto da invisibilidade,muito parecido com o do Harry Potter,ele se esgueira(tenho quase certeza de que está escrito errado) sorrateiramente até chegar próximo ao texto.

Então,ele o espanca brutalmente até a fonte ficar vermelha.

O principal alimento do anônimo é a auto estima(ou autoestima ou ainda auto-estima,escolha o seu preferido)do escritor.

Infelizmente,não existe nenhuma cura para esse mal.A única coisa que pode ser feita é,na medida do possível,ignorar.E rezar.Muito.

24 de set de 2009

...

Você chega em casa,depois de um dia exaustivo de trabalho(ou qualquer coisa que você costume fazer)toma um bom banho,relaxa,come alguma coisa,e vai postar alguma coisa no seu blog.

...

...

E nada.Pois é.Na frente de uma tela em branco,todas as idéias fogem,saem desesperadas,de deixam ali,sozinho,gritando que nem um babaca,desesperado,já sem nenhuma idéia sobre o que fazer.A tela exerce sobre as suas idéias um efeito similar a o de um buraco negro.Você decide ver um pouco de tv e,quem sabe,você não tem uma boa idéia.

De repente você levanta e grita,se excita,as pessoas te olham e pensam"Puta que pariu,agora que ele pirou de vez".Não interessa.Você acaba de ter A idéia.Ela vai te fazer famoso.Você vai ser mais conhecido que o Millôr,os Verissímos,Machado,Drummond e eu,todos juntos.Você vai poder publicar um livro.Quiçá,até se juntar ao Collor na Academia Alagoana de Letras(eu tenho quase certeza que é assim que se escreve).

Você liga o computador.Ele reluta em seguir seu comando.Depois ele liga,mas não sem uma boa discussão,umas porradas e aquela pessoa sair de fininho e pegar um facão,sem que você perceba,só por garantia.

Você entra correndo na Internet,mas ela também não está nos seus melhores dias.Finalmente,a coisa carrega.Nessa hora,você já está exausto,pois não tem nada mais difícil que convencer uma idéia a ficar com você e a ser publicada.São muito voláteis,essas idéias.

Você prepara a postagem do século,olha a tela e branco e...nada.O vazio irritante de uma tela em branco é capaz de afugentar qualquer idéia,até as mais duronas.A essa altura algum problogger deve estar publicando ela.

Você olha para o chão e começa a chorar e balbucilar algo parecido com Co-co-collor,Accadddemmia e coisas do gênero.O seu colega,que até agora assistira a tudo calmamente com o facão na mão,decide tomar uma atitude e liga para o hospício.Uma imensa sensação de dejá vu toma conta de você.E de fato,você já viu isso antes.Foi no primeiro parágrafo.

Como você já deve ter adivinhado,este texto fala sobre mim e,como você já deve ter adivinhado,não vai ter nada que lembre,nem de longe,um final decente,principalmente porque não lembra nem de longe um texto decente.Agora,se me dão licensa,eu tenho que sair.Daqui a pouco tão chegando para me levar para o hospício.

20 de set de 2009

O condomínio

...Moro num condomínio amplo,bonito,arejado,desde de que posso me lembrar.Sempre tive muitos amigos aqui,sou um cara calmo,gosto de conversar,de ficar quieta,da vagabundagem pela vagabundagem(ócio é vagabundagem de rico).Por outro lado,tem um bando de playboys por aqui,arruaceiros,inúteis,empregnaram o condomínio com suas merdas.Eles sempre estiveram aqui,mas ultimamente pioraram muito,arrebentaram o lugar todo,o condomínio sofreu uma imensa desvalorizção,as pessoas já não tem mais coragem de sair de casa,todos estamos com medo.O pior é que,não tem para onde fugir,não existem locais para viver nessa cidade(que anda muito violenta),nesse bairro.Eu não posso viajar pelo país,quanto mais pelo exterior.A última opção digna é a luta aberta,mesmo q a derrota seja evidente,é melhor morrer lutando que morrer resignado.
Os mais perspicazes devem ter percibido,mais para os que não possuem um aparato cerebral tão sofisticado,o condomínio é a Terra.Sim,nós desvalorizamos muito o nosso planeta.Somos os arruaceiros,estamos sacaneando o planeta há muito tempo.Só agora que percebemos as conseqüências dos nossos atos.E pior,ao contrário de um filme de ficção científica,aqui não tem nenhum foguete para levar a gente para Marte(mesmo que tivesse,não iam levar você).Estamos presos agora há uma bomba relógio,que nós mesmos armamos.Nós acabamos com o condomínio,agora vamos arcar com as nossas responsabilidades.Você ainda têm uma escolha:você pode levantar da cadeira e fazer alguma coisa,ou pode morrer acuado que nem um coelinho com medo,lendo blogs e coçando o saco.Só depende de você.Até eu me preocupo,pois,como se sabe,o som não se propaga no vácuo.