19 de out de 2011

Cronos

10 minutos

O que você faria se tivesse apenas dez minutos de vida? Eu?, bom, acho que eu faria algo bem explosivo, sabe. Eu ia querer me despedir com bastante estilo. Chamar a atenção de todo mundo, sabe. Hein? Como não? Eu não conhecia esse seu lado tão discreto amor. Sim, eu sei que é só o terceiro encontro mas eu sinto Tratante eu?! Garçom! Francamente, o atendimento desse restaurante é uma merda. Não muda o assunto!! Calma, amor Desculpa! Lu! Calma Lu, eu só acho que a gente uma hora ia ter que comer não, eu não uso subterfúgios. Ah! O garçom chegou.

9 minutos

Tic Tac

Alguma entrada? Que tal am Lu? Um carpaccio? Sim, um carpaccio. Para comer... Eu vou querer uma salada e você? Bom, eu quero um contra-filé. Qual o ponto? Ao ponto pra mal. Ah, vejo que o cavalheiro gosta de viver perigosamente. Bota perigosamente nisso. Eu ouvi um certo sarcasmo nessa sua voz? Ok ok, não precisa encarar. E a carta de vinhos. Ah..., pede uma champagne... Uma Veuve Cliquot por favor. De fato o cavalheiro gosta de viver perigosamente.

Sai de cena o garçom.

Fique constatado que uma boa champagne acalma as feras.

8 minutos

Tic Tac Tic Tac

Então voltando ao assunto E a inflação né... Inflação?? É muita cara de pau sua vir discutir inflação comigo no terceiro encontro!! Principalmente depois daquela grosseria! Imagina se alguém ouve que vergonha. Ah amor Fez de novo!! Seu tratante!! Ah, mas se eu não saio daqui! Lu, não vamos fazer tempestade em copo dàgua. A gente precisa aproveitar a vida. Imagina se a gente morre daqui a oito minutos. Você não devia ter quebrado a hierarquia! Lu... eu já pedi a champagne. Imagina que horror, devolver a champagne. Ok, eu fico, mas vou no banheiro.

7 minutos

Tic Tac Tic Tac Tic Tac

Então a dama realmente te deixou? Eu cancelo a Veuve Cliquot? Acho que alguém está muito abusado essa noite. Ela só foi ao banheiro e voltará daqui a pouco. Ah, aqui está ela. Bem na hora Lu! O garçom sai com cara de quem cuspiria no minestrone do moço, se ele tivesse pedido um minestrone. Você quer  que eu te sirva? Eu me sirvo sozinha (¬¬) Isso significa que você está pronta para dividir a conta? Eu não acredito!! No terceiro encontro!! Eu acho que eu vou explodir!!!! Eu vou ao banheiro! E não me olha com essa cara!

6 minutos

Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac

O seu minestrone senhor. Mas eu não pedi nenhum minestrone! O senhor vai mesmo querer jogar comida fora? Se o senhor tivesse anotado meus pedidos! E a dama... Me dá logo esse minestrone!! E trate de trazer a Veuve Cliquot!!! E pelo amor de Deus não me faça mais perguntas!!!! ...  Esse minestrone tá com um gosto esquisito. Acho que ele veio um pouco frio. Eu é que não pago essa bosta, nem pedi mesmo.

Ele tinha cara de Astolfo. De fato, só um Astolfo pra pisar assim na bola. Ainda mais com uma Lu. Deve ser algum tipo de predestinação.

5 minutos

Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac

A salada. E o contrafilé? Não está pronto ainda. Mas aí eu vou comer sozinho? Se a dama for embora, acredito que o cavalheiro não poderá culpar a nossa comida. Olha que eu não pago os dez por cento hein. Ah! Olha quem voltou do banheiro. Não acredito, já vai voltar? Você nem se sentou?!? De súbito o narrador percebe que o público não está minimamente interessado nas idas e vindas da fêmea que convencionou-se chamar de Lu ao banheiro enquanto seu acompanhante fica sozinho com o garçom, que aliás cultiva um exuberante bigode à moda portuguesa. Portanto, fique registrado que daqui em diante não haverá mais nenhuma pessoa indo ao banheiro neste texto, apenas em casos de necessidade dramática.  Aliás, o mesmo narrador  deixa registrado que durante está longa divagação o tempo permaneceu congelado.

Pausa dramática




Fim da pausa dramática

Ele deu uma olhada a sua volta. Lu estava sentada de frente para ele, encarando esperançosa a champagne. As toalhas pareciam um pouco mais azuis, o garçom estava sem bigode e seu minestrone, que ele nem tinha pedido por sinal, estava frio. Fora isso, nada de muito extraordinário parecia ter ocorrido durante a pausa dramática. Ainda assim, foram momentos bem dramáticos.

4 minutos

Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac

Você já teve a impressão de estar sendo seguida por um relógio? Hein? Olha lá!!! É o Reinaldo Giannechini!!! Aonde?!?! Esquece, era só um garçom parecido. Ah... Você estava falando... Demora essa comida não? Minha salada chegou. Aí, tá fria! Acho que vou pedir para esquentar. Chama o garçom?? Não acredito!! Você não acha que vai ficar muita apelação?? Ficar chamando o garçom cada vez que o narrador esbarrar nas limitações dos seus personagens incipientes??? Apelação é você e essa sua metalinguagem ironizando o autor. Só não vou o banheiro porque fui proibida!

3 minutos

Tic tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac

O que você faria se tivesse apenas três minutos de vida? Acho que você já me perguntou isso não? Variações do mesmo tema sem sair do tom. Deve ser efeito da champagne. Mas nós não abrimos a champagne! Hmmmm... éééé... você não acha que essas toalhas estão um pouco mais azuis? Hein? Você notou que nossa entrada ainda não chegou? O carpaccio? É verdade. Realmente, o atendimento desse restaurante é uma merda. É um inseto na minha salada?? Parece uma lagarta... gigante... Garçom!! Tem um inseto na salada da moça. Eu irei trocá-la senhor. Aproveita e dá uma esquentada por favor. Esquentar ... a ... salada... certamente senhor. Você notou que o bigode do garçom sumiu?

2 minutos

Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac
O que a gente não faz pelos 10%... Senhora, sua salada. Agora ela tá murcha. E a lagarta tá muito seca. Não tem como trocar por uma mais fresquinha? E com uma lagarta um pouquinho menor e mais gordinha? Sim senhora. Se eu encontrar o gerente dessa espelunca Chamou? Personagem macho vs Gerente: Let the fight begin. Isso ficaria infinamente melhor em quadrinhos. Hein? Quis dizer o atendimento do seu restaurante é uma droga! Uma droga não, uma merda! Isso é bem pior que uma droga! Ah sim, acontece o tempo todo. Vamos fazer assim, eu vou dar um sorvete de graça para vocês. Achievement Unlocked: Ganhar um sorvete de graça do gerente barrigudo de graça. Amor +4, Inteligência +3, Culhões +7, Conta -10%.

60 segundos

Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Toc Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac

Você fooi tãããããooo Foi daqui que pediram um bife? Mas ele tá cru! Eu pedi ele ao ponto para mal! Eu tentei avisar... Esquenta esse bife. Eu não acredito que vai demorar ainda mais. O senhor não tocou no seu minestrone. EU NÃO PEDI A PORCARIA DO MINESTRONE!!!! E ELE TÁ CRU!!! CRU!!! Senhor, um minestrone não pode vir cru. Chama o gerente! Sinto muito, só um sorvete por mesa.

50 segundos

Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tic Tic Tic Tac Tic Tac Tac Tatatatac
Hfffff... seus olhos caramelo brilhantes estavam fixos nele e e nos indefindos dele e ela estava apoiando sua cabeça na ponte que fazia em suas mãos enquanto seus cabelos levemente castanho-louros escorriam da seu couro cabeludo e o brilho de seus olhos transparecia apenas uma mensagem




Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tic Tac Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac

40 segundos
To me sentindo tão frustrado... Aí liga não aaaa quer diz A o que!?!?! Hein? Você ia me chamar de amor não ia?! Ele estava explodindo por dentro. Aí, lógico que não. No quarto encontro?? Que loucura. Só tava dizendo que você foi tão corajoso enfrentando o gerente barrigudo de terno. Tipo assim, você viu a careca dele né? Que loucura.


Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic 30 Tac Tic Tac Tic Tsegundosac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tac Tac Tic Tac Tac Tac Tic Tic Tico Teco
Então... Falou ele num tom bem esperançoso. hmmmmmm Você não acha hmmmmm que a gente devia abrir a champagne? Ah sim, claro. E ela corou de leve e disfarçou no seu belo sorriso amarelo todas as indiferenças , imbecilidades, cegueiras e falta de higiene bucal do mundo. No seu belo sorriso amarelo.

20 segundos
E Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac Tic Tac muitos Tics muitos Tacs

Como um cavaleiro, ele serviu a campagne. Como uma dama, ela bebeu a champagne. Como um casal eles adentraram juntos o onírico mundo dos ébrios onde até o mais simples narrador se utiliza de expressões sofisticadas. E eles se afogaram, flutuaram, voaram e se amaram nas bolhas do champagne por tanto tempo que os dez segundos pareceram mesmo dez segundos

10
Olha, eu preciso te dizer uma
9
coisa hmmmm me con
8
ta logo, nós não temos
7
a noite inteira *Pigarro
¨6E
Escuta, eu andei aqui
5
pensando se você
4
siiiiiiiiiiiiiim não que
3
ria simmmmm
2
ééééé eu não sei bem como
1
te dizer isso que se dane eu vou
0
BOOOOOM!!!!!!

A bomba que estava debaixo da mesa deles explodiu. É uma ótima desculpa para um péssimo encontro.

Le garçom: Foi daqui que pediram um bife? Ah! A mesa explodiu! Ei, chefe, o casal da mesa 23 se auto destruiu! Posso ficar com o minestrone!?

E lembrem-se sempre: gatinhas adoram explosões.

17 de out de 2011

Cai em pé e corre...

Para de correr. Hein? Para de correr agora. Mas tá chovendo. Exatamente por isso. Então você quer que eu me molhe mais? Não, quero que você se molhe menos. O quê?! Andando!? Cê tá maluco?! Não, é sério. Porra!! Como pode ser verdade!? É impossível!! É lógica!! Você corre, você chega mais rápido no lugar, você fica menos tempo na chuva e você se molha menos! Vê é igual à delta esse sobre delta tê! Já esqueceu disso?! Tá fazendo engenharia pra quê!? É cientificamente provado. Peraí... Você não vai mandar aquele papo de gato alienígena que solta raio laser de novo não né?? Não. Porque ninguém me leva a sério? Porque será... A pergunta foi retórica. Parece que alguém andou lendo o dicionário. Eu percebo uma leve ironia na sua voz? Quem? Euuuuuu? Fiquei até ofendido. Affff... Enfim, foi cientificamente comprovado! E o cara que comprovou ganhou o Nobel também... Aí! Você não me deixa argumentar! Reacionário! Escuta, quem provou isso? Newton? Einstein? Stefen Hawking? Primeiramente, é StePHen Hawking com ph. E não, não foi nenhum deles. Foram os Mythbusters [nota do tratudor: Caçadores de Mitos, um programa de TV da época em que o autor deste texto ainda assistia TV]. HAHAHAHAHAHAHAHA Agora você tá querendo me convencer que aqueles dois palhaços da tevê são cientistas sérios?? Ei! Tenha mais respeito ok? Eles usam jalecos e explodem coisas!Agoooooora sim! Acrescentou ele com um riso meio de escárnio, meio de cinismo e meio de peperoni no rosto, criando o primeiro riso 3/2 da História. Cínico. Cínico. Cínico. Você NUNCA vai me convencer que dois palhaços correndo embaixo de uma mangueira ligada chegaram a uma conclusão correta! EI!! Mais respeito amigão! Eles NÃO são palhaços!! Eles TÊM jalecos e EXPLODEM coisas coisas. E os jalecos continuam BRANCOS depois!!! E além disso, foi um experimento sério conduzido em condições controladas, dentro de um galpão simulando situações variadas de temperatura e vento garantindo uma precisão cirúrgica e ainda passou AO VIVO n EI!! Pra onde você tá indo? O ponto de ônibus é pro outro lado! Tá fugindo é? Você não sabe lidar com argumentos concretos e meu charme irresistível é isso? Tudo bem, pode tomar outro ônibus eu estou muito bem AH! Cala a boca! Eu não vou pegar outro ônibus.     Não?... Entããão... Aonde você tá indo? Comprar um guarda chuva